O Galo de Barcelos foi ao Espaço


 
O Shifter precisa de dinheiro para sobreviver.
Se achas importante o que fazemos, contribui aqui.

O Galo de Barcelos já esteve no Espaço, precisamente a 33 mil metros de altitude relativamente ao solo terreste. Um balão de hélio, câmaras GoPro e um sistema GPS permitiram a concretização da viagem, no final de Julho, e o seu registo para a posterioridade.

Um dos símbolos mais representativos de Portugal, o Galo de Barcelos, subiu num balão de hélio até 33 mil metros de altitude. O balão rebentou depois, tendo caído algures na zona de Melón, na Galiza, Espanha. Graças ao sistema de geolocalização foi possível recuperar o Galo. Tinha sido encontrado por um agricultor local.

Tratou-se de uma experiência científica para estudar a atmosfera e também levar mais alto a imagem de Portugal. A ideia saiu da cabeça de Marco Neiva, que contou com o apoio da Associação de Artesãos de Barcelos e com suporte técnico do projecto Balua.

No vídeo em baixo, é possível ver o processo de lançamento do Galo, bem como a curta viagem a grande altitude e a queda rápida do objecto após o rebentamento do balão.

Se não conseguirmos aumentar o número de patronos, a 2ª edição da revista será a última, e o Shifter como o conheces terminará no final de Dezembro. O teu apoio é fundamental!