Google expande Knowledge Graph para contextualizar resultados de pesquisa


Quando temos uma lista de resultados à frente, queremos perceber de onde é que esses resultados vêem para que possamos escolher o melhor. Isto porque a confiança que depositamos num pequeno blogue ou até na Wikipedia, é diferente daquela que temos perante uma universidade ou instituição governamental, por exemplo.

Por isso, a Google começou a contextualizar os resultados de pesquisa. Debaixo do título e ao lado do URL, aparece o nome da entidade à qual esse URL pertence e uma breve descrição da mesma, juntamente com o logotipo.

Por exemplo, se antes teríamos de clicar no civilwar.org para sabermos ao que ele se referia, agora, conseguimos perceber directamente na pesquisa que se trata do Civil War Trust, uma organização não governamental focada na preservação dos campos de batalha da Guerra Civil dos Estados Unidos.

No fundo, esta funcionalidade é uma expansão do poderoso Knowledge Graph da Google. O Knowledge Graph reúne informação de variadíssimas fontes – nomeadamente o Wikipedia – e dá-nos respostas rápidas ao que pesquisamos, sem ser necessário navegar em websites externos. Por exemplo, se inserirmos “barack obama” temos de imediato