Sony anuncia PlayStation Now, um serviço de cloud gaming para consolas, TVs, tablets e smartphones


 
O Shifter precisa de dinheiro para sobreviver.
Se achas importante o que fazemos, contribui aqui.

No CES 2014, a Sony revelou o PlayStation Now, um serviço de streaming de jogos. A ser lançado no final do Verão, dará acesso a uma variedade de títulos de títulos nas consolas PlayStation 3, 4 e Vita, nas televisões Bravia e também nos tablets e smartphones Xperia.

Em Junho de 2012, a Sony comprou o Gaiki, uma empresa focada no cloud gaming. O resultado desse negócio é o PlayStation Now, que promete mudar a forma como pensamos o jogo. No CES, a tecnologia esteve a funcionar, podendo os visitantes experimentá-la com um destes jogos: The Last of UsGod of War: AscensionBeyond: Two Souls; e Puppeteer.

A Sony prevê lançar o PlayStation Now em closed beta nos EUA no final do ano e disponibilizá-lo ao público em geral só no final do Verão. O PlayStation Now funciona em praticamente todos os aparelhos, inclusive smartphones, uma vez que os jogos não estão guardados localmente, mas sim na cloud (na nuvem).

psnow_explicacao

O cloud gaming funciona mais ou menos como um vídeo do YouTube, em que servidores poderosos em data centers remotos correm os jogos e enviam-nos em frames comprimidos (stream) para o aparelho local. Este envia o input do ecrã ou do comando para a cloud. E o ciclo continua. O cloud gaming não requer uma internet super rápida do lado do utilizador, mas exige uma com pouca latência, de modo a que o tempo entre clicar no botão e existir reacção no jogo seja o mais curto possível.

Diz quem experimentou o PlayStation Now no CES que os jogos demoravam a carregar ao início, mas que, uma vez a correr, não apresentavam falhas. Sentia-se apenas algum lag entre o pressionar dos botões e as acções correspondentes no ecrã. Os gráficos não são, obviamente, os melhores, comparativamente a um jogo alojado no disco de uma PS3, por exemplo, mas também dependem muito da conexão à Internet.

O PlayStation Now suportará online multiplayer, trofeus e mensagens. De notar que este serviço será uma forma de correr os jogos da PS3 na recente PS4, uma vez que não existe mais nenhuma (os jogos antigos são incompatíveis com o modelo mais recente da consola).

É importante ainda dizer que PlayStation Now chegará primeiro à PS4, depois à PS3 e só finalmente à Vita. Quanto às televisões, os modelos 2014 Bravia suportarão o serviço.

Por outro lado, PlayStation Now será primeiramente disponibilizado nos EUA e só depois na Europa. Aliás, a Sony não tem planos ainda bem definidos para implementar o serviço por cá. Segundo a multi-nacional, a Europa é uma região complexa, com um número elevadíssimo de operadoras e acessos à Internet variáveis de país para país. E conclui: levará mais tempo a disponibilizar o PlayStation Now sem problemas e de forma suave.

Cloud TV para 70 milhões de aparelhos Sony

A Sony anunciou ainda um serviço de cloud TV. Incluirá televisão em directo, vídeo on demand e DVR, tudo na nuvem e através da nuvem. De acordo com a Sony, funcionará com mais de 70 milhões de aparelhos Sony – provavelmente PS4, PS3, PlayStation Vita, TVs e smartphones/tablets Android.

Com este serviço, deverá ser possível ver canais de televisão em directo multi-plataforma, aceder a conteúdo gravado (on demand) e gravar programas na cloud.

Se não conseguirmos aumentar o número de patronos, a 2ª edição da revista será a última, e o Shifter como o conheces terminará no final de Dezembro. O teu apoio é fundamental!