Pode o VSCO Cam ser o próximo Instagram?


Qualquer instagramer di-lo-á: o VSCO Cam é a melhor app para editar fotos no telemóvel. Aliás, ela tornou-se de longe indispensável no iPhone (ou no Android) de qualquer pessoa que seja minimamente apaixonada por fotografia e que goste de instagramar aquilo que observa no Mundo.

Com o VSCO Cam, podemos não só tirar fotos (controlando em separado o foco e a exposição no momento da captura, por exemplo); como também editá-las, recortá-las e ainda adicionar-lhes filtros (muitos dizem que são os filtros mais bonitos de toda a web). Um dos pontos-chave do sucesso do VSCO Cam é ele estar preocupado exclusivamente em fazer com que uma foto tirada com o telemóvel fique tão boa ou melhor ainda que uma tirada com uma DSRL.

O VSCO Cam e o Instagram sempre tiveram uma relação muito próxima. Qualquer instagramer se refere ao VSCO Cam como a melhor app para editar fotos no telemóvel. Mais: qualquer instagramer retoca as fotos que tira no VSCO Cam antes de as publicar no Instagram. Há ainda aqueles ignoram por completo os famosos filtros do segundo, preferindo os B1, B5, G3 e LV2 do primeiro. No fundo, o VSCO Cam serve para editar as fotos e o Instagram para criar comunidades em torno deles.

Mas o VSCO Cam decidiu entrar em parte do território do Instagram. Quer deixar de servir apenas para captura e edição de fotos, mas também para partilha delas com os amigos e/ou o Mundo. Na versão 3.0 da app para iPhone, já podemos ter um perfil com as nossas fotos, e ainda seguir os perfis dos amigos e dos também fotógrafos famosos. Pode o VSCO Cam ser o próximo Instagram?

A secção Home é agora composta por um feed (vertical) das fotos dos perfis que seguimos no VSCO Cam, incluindo ainda um link para o nosso perfil. No entanto, não não deixa gostar das fotos, fazer comentários, nem saber quantos seguidores temos (por outras palavras: tu nunca saberás se o amigo A ou B te segue). O VSCO 3.0 é social, mas não é social o suficiente para competir com o Instagram (pelo menos para já), onde existem pessoas com milhares de seguidores, uma colecção brutal de fotos incríveis e dezenas de hashtags. Na verdade, o VSCO Cam quer ficar ainda simples e agarradado às origens.

vscocam3_feed vscocam3_perfil

O Instagram não precisa, pois, de ficar assustado. Verdade seja dita que se a componente social do VSCO Cam tiver sucesso, a mesma deverá vir a ser utilizada exclusivamente pelo pessoal que gosta mesmo de fotografia e que perde minutos ou até horas a planear o melhor shot. Por outras palavras, as fotos mais pessoais (selfies, saídas com os amigos, momentos corriqueiros do dia-a-dia…) continuarão no Instagram, um local mais apto para conectar com os amigos.

Na verdade, o VSCO Cam está desenhado para fotógrafos. Ao clicar numa foto, podemos saber que filtros usaram, quando ela foi tirada, qual a abertura da lente, se foi usado ou não flash, e qual o ISO. É por isso uma plataforma bem mais profissional, bem mais para fotografia. O VSCO Cam é como que um museu, onde simplesmente estão expostas obras fotográficas, sem comentários escritos na parede ou autocolantes colados junto das peças de que gostamos.

vscocam3_detalhesfoto01 vscocam3_detalhesfoto02

Cada um de nós fica com um URL do tipo mruiandre.vsco.co, que pode ser acedido na web. No entanto, só conseguimos editar o perfil e adicionar-lhe novas fotos na app. Os perfis têm um aspecto super minimalista, sem números, só fotos.

O VSCO Cam tem ainda uma secção semelhante à Explore do Instagram. Chama-se Grid e mostra-nos uma miscelânea de agradáveis fotos de pessoas que ainda não seguimos, convidando-nos a segui-las. É uma excelente forma de começar a preencher o nosso feed, dado que não é possível importar contactos do Twitter, do Facebook ou do e-mail.

vscocam3_criarperfil

Com os perfis, o VSCO Cam vem preencher uma lacunha que o Instagram deixou quando decidiu massificar-se. Este era antes o sítio onde seguia pessoas totalmente desconhecidas, mas que tiravam excelentes fotos com o iPhone. Em parte, ainda é. Todavia, no feed do Instagram agora também tenho o almoço do meu colega de trabalho, a saída à noite do meu melhor amigo com a namorada e algo random que aquele amigo do Porto decidiu fotografar. As bonitas fotos dos desconhecidos passaram a estar perdidas no meio de conteúdo mais pessoal.

Ora o VSCO Cam pode muito bem recuperar estes “old days” do Instagram. E, por outro lado, está a preparar-se para ser o próximo Flickr.

O VSCO Cam chegou em Junho de 2013 ao iPhone e em Dezembro desse ano ao Android.