Rumor: Yahoo quer criar um YouTube


O YouTube nunca teve um verdadeiro concorrente. Mas a Yahoo parece estar empenhada não só em resolver essa falha, como a roubar ao serviço da Google algumas das suas estrelas. O rumor é avançado pelo Re/code, que se baseia em fontes próximas ao assunto.

Sob a liderança de Marissa Mayer, a Yahoo tem feito importantes aquisições (o Aviate, por exemplo) e lançado produtos muito bons (a app News Digest é exemplo disso). Marissa Mayer tem feito um esforço incrível para alavancar de novo a empresa e trazer as pessoas de volta para a Yahoo. Mas o esforço da CEO parece estar agora concentrado numa coisa: criar um YouTube para a Yahoo, custe o que custar.

Bem, parece que a Yahoo não quer mesmo um YouTube, isto é, não quer uma plataforma aberta, na qual os utilizadores (qualquer um de nós) fazem o upload de 100 horas de vídeo por minuto. A Yahoo parece querer antes um YouTube enquanto espaço para um conjunto de pessoas criar programas próprios, bem produzidos, e mostrá-los a uma audiência. Para o conseguir, a Yahoo quer oferecer melhores condições as essas pessoas, que se queixam de que no YouTube não fazem dinheiro suficiente.

A Yahoo tentou há tempos comprar o francês DailyMotion e tem assinado diversos contratos com algumas figuras públicas do meio televisivo, trazendo-as para o site (é o caso de Katie Couric). Mas para criar um YouTube, a Yahoo está – avança o Re/code – a contactar individualmente algumas das actuais estrelas do YouTube (sejam elas pessoas ou grandes empresas, como cadeias televisivas), e a oferecer-lhes melhores condições de retorno através da publicidade.

yahooscreen

A Yahoo tem actualmente o Yahoo Screen, uma app que reúne vídeo de várias fontes (como Saturday Night Live, ABC News, GQ, Wired e UFC, entre outros), apresentando-o numa interface agradável, minimalista e intuitiva (aliás, como todas as apps da Yahoo). O novo serviço deverá ser semelhante ao Yahoo Screen, isto é, fechado e não aberto a todos, pelo menos para já; e poderá chegar num mês próximo.