F8: mobile, mobile e… mobile


Depois de 3 anos de interregno, o F8 – a conferência de programadores do Facebook – voltou a acontecer em São Francisco. Mark Zuckerberg deu o pontapé de saída com a apresentação de um conjunto de novidades, todas elas focadas no mobile. O objectivo do Facebook é oferecer aos programadores uma plataforma estável, transversal e direccionada para as pessoas.

f8_audience

O Facebook quer providenciar uma base estável aos programadores, pois acredita que só assim eles conseguirão desenvolver apps que melhorem a vida das pessoas e conectem o Mundo. Por outro lado, é precisa uma plataforma que coloque as pessoas em primeiro lugar, isto é, que lhes dê mais controlo sobre os seus dados. Por último, o Facebook pretende unir as apps entre os vários sistemas operativos mobile, facilitando a vida não só aos programadores, mas também aos utilizadores finais.

No fundo, o foco do Facebook é cada vez mais o mobile. A rede social quer construir um ecossistema fechado de apps (Facebook, WhatsApp, Messenger, Instagram, Paper, Moves…), mas sim entrar em todas as apps possíveis, seja através do botão de Like ou do Facebook Login, por exemplo.

f8_peoplefirst

Eis uma síntese de tudo o que o Facebook anunciou no F8 2014:

Facebook Login

O Facebook Login existe há já alguns anos. Permite o registo em apps com os dados do Facebook, evitando o preenchimento de longos formulários e a memorização de mais uma password. No entanto, Mark Zuckerberg quer dar mais controlo às pessoas.

f8_fbloginanonimo

O Facebook anunciou ainda o Anonymous Login, uma forma de as pessoas fazerem login em apps de terceiros sem darem os seus dados.

Ler mais aqui!

App Links

App Link é uma nova ferramenta que os programadores podem usar para ligar as suas apps e os seus websites uns aos outros.

Por exemplo: consulto o review de um filme no site do Rotten Tomatoes através do meu telemóvel, e depois quero usar a app Fandango para comprar o bilhete de cinema. O que faço? Fecho do browser, abro o Fandango e pesquiso pelo filme novamente.  Com o App Link, o programador do Rotten Tomatoes seria capaz de me dar um link directo para a compra do bilhete no Fandango.

f8_applinks

Esta conexão profunda entre apps é um dos principais problemas do mobile. Ela existe, mas não como deveria existir. A verdade é que nem a Apple, nem a Google, nem a Microsoft facilitam aos programadores essa ligação nos seus sistemas operativos. O Facebook quer resolver este problema com o App Link.

Por outro lado, o Facebook passa a ter mais informação sobre as apps instaladas no meu telemóvel e os websites que consulto, não apenas sobre o conteúdo e as apps que ele produz. Isto é valioso para o Facebook que ganha também algum terreno à Apple, à Google e à Microsoft, e para mim, que passo a ter um smartphone muito mais fácil de usar.

Ler mais aqui!

Partilhar através do Facebook Messenger

A partilha nem sempre tem de ser pública, numa rede social. O messaging tem ganho cada vez mais importância e relevância, com o crescimento quase que exponencial de plataformas como o WhatsApp, o Viber, o Skype ou até mesmo o Snapchat.

Por perceber isso, o Facebook permitirá aos programadores integrarem o Facebook Messenger no botão de partilha das suas apps, permitindo às pessoas enviarem determinado conteúdo a um amigo ou grupo de amigos, em privado.

A mensagem pode conter uma história Open Graph. Por exemplo, “o João correu 600 metros no Nike+”. A partilha através do Facebook Messenger pode incluir também um link ou uma ou mais fotos.

 

f8_messengershare

Botão Like em apps mobile

f8_mobilelikebutton_anuncio

O botão Like é um dos mais populares em toda a web pela sua versatilidade. Tanto o podemos encontrar por debaixo dos posts nos Facebook, como em milhões de websites. Mas agora o Facebook quer levar o botão Like para outro nível: mobile apps.

Os programadores poderão agora integrar o botão de Like nas suas apps, permitindo a nós – utilizadores – “gostarmos” de determinado conteúdo. Eis um exemplo: esta é a app do TechCrunch, onde o botão Like nos deixa “gostar” de um determinado artigo; essa acção aparecerá no nosso perfil, obviamente, bem como no News Feed dos nossos amigos, viralizando o conteúdo do TechCrunch.

fb_mobilelikebutton

Mobile Audience Network

O Mobile Audience Network permitirá às marcas usarem os dados socio-demográficos dos utilizadores do Facebook para fazerem chegar os seus anúncios às pessoas certas, através das apps mobile. Os anúncios poderão ser banners ou unidades nativas nas apps.

f8_audiencenetworkmobile