Google investe 50 milhões para a programação deixar de ser coisa só de rapazes


 
O Shifter precisa de dinheiro para sobreviver.
Se achas importante o que fazemos, contribui aqui.

A Google também quer raparigas a programar, não só rapazes. Ontem a empresa anunciou um novo programa intitulado Made With Code que inclui projectos de programação, parcerias com organizações de jovens e ainda 50 milhões de dólares em investimento para envolver as mulheres nesta área da ciência informática.

“Hoje em dia, a programação não é apenas uma competência útil numa empresa de tecnologia. Não é algo só para engenheiros. Design de interiores. Medicina. Arquitectura. Música. Não importa o que uma rapariga sonha fazer, mas aprender a programar ajudá-la-á a chegar lá”, escreveu a CEO do YouTube Susan Wojcicki, num post a anunciar a iniciativa, acrescentando que o futuro é feito de código.

Vê aqui as histórias das mulheres envolvidas no Made With Code.

Se não conseguirmos aumentar o número de patronos, a 2ª edição da revista será a última, e o Shifter como o conheces terminará no final de Dezembro. O teu apoio é fundamental!