Kim Jong-Un não se riu com a nova comédia de Seth Rogen e James Franco


A Coreia do Norte apresentou uma queixa às Nações Unidas contra o mais recente filme da parelha Seth Rogen e James Franco, The Interview, alegando que este irá fomentar acções terroristas contra o país.

Em The Interview, dirigido por Evan Goldberg e Seth Rogen, o jornalista Dave Skylark (James Franco) e o produtor Aaron Rapoport (Seth Rogen) envolvem-se em situações desastrosas e recheadas de acção ao serem contratados pela C.I.A. para assassinar o ditador Kim Jong-Un.

Apesar de o filme prometer arrancar risos aos seguidores do estilo de comédia controversa de Franco e Rogen, Kim Jong-Un não terá achado graça nenhuma.

Segundo a agência Reuters, o embaixador das Nações Unidas Ja Song Nam terá redigido uma carta na qual afirma que “a permissão da produção e distribuição de um filme sobre o assassinato de um chefe de qualquer estado soberano deverá ser levada como a mais clara declaração de apoio ao terrorismo e como um acto de guerra.” Exige ainda que os E.U.A. tomem medidas imediatamente.

A Coreia do Norte já tinha mostrado o seu enorme desagrado diversas vezes e prometeu uma resposta “firme e implacável” caso a distribuição de The Interview siga em frente.

Entretanto, a estreia está prevista para Outubro e podemos antecipar um êxito de bilheteiras graças a toda a publicidade gratuita que este filme polémico tem vindo a receber.

Isto claro se até lá não se iniciarem hostilidades.