Mark Zuckerberg é bem mais poderoso do que aquilo que pensas


Para controlares uma nação, precisas de controlar os media. E Mark Zuckerberg tem nas mãos um dos maiores media do Mundo, utilizado mensalmente por mais de 1,2 mil milhões de pessoas: o News Feed do Facebook.

O Facebook é o segundo site mais visitado no planeta (atrás da Google) e o primeiro destino é o News Feed. É neste que recebes as novidades dos amigos, as histórias das páginas e as actualizações das figuras públicas que segues. O News Feed é controlado por um algoritmo e esse algoritmo é controlado pelo Facebook.

O algoritmo serve para filtrar o News Feed. Diariamente milhares de histórias podiam entrar no teu News Feed, mas tu não tens tempo, nem paciência para ver todas elas, por isso, o News Feed mostra-nos apenas as mais relevantes e esconde as outras. Existem vários critérios envolvidos nesta selecção, e um deles é o engagement. Por exemplo, se um post receber muitos likes, comentários e/ou shares, o Facebook exibi-o a mais pessoas; se as interacções forem fracas, o alcance do post é menor.

O sistema pode não ser o ideal, mas é o melhor. Funciona. Cada pessoa tem o seu News Feed, com as histórias que lhe interessam. O News Feed é como que um jornal que se adapta matematicamente a cada um de nós.

Mas há um problema: o Facebook pode controlar facilmente as notícias que 1,2 mil milhões de pessoas recebem. Aliás, fê-lo recentemente: no âmbito de um estudo para perceber como as emoções positivas e as emoções negativas se espalham através da rede social, o Facebook manipulou propositadamente o News Feed de 689 003 utilizadores. A uns removeu os posts emocionalmente positivos; aos outros removeu os posts emocionalmente negativos.

A experiência – levada a cabo pelo Facebook e por um grupo de investigadores– revelou que os posts que aparecem no News Feed afectam-te emocionalmente. Por exemplo, se receberes posts positivos, tendes a postar coisas positivas e, por extensão, a sentes-te bem/positivo no meio offline. O contrário também ficou provado como válido: se receberes posts negativos, és afectado negativamente.

Agora pensa: se Mark Zuckerberg te consegue fazer feliz ou infeliz alterando os posts que recebes no News Feed, imagina o que ele pode fazer mais. Zuckerberg consegue controlar o que 1,2 mil milhões de pessoas pensam, sentem ou fazem. Pode aproximá-las dos ideais políticos de esquerda, por exemplo, ou favorecer uma determinada região.

Mark Zuckerberg pode controlar 1,2 mil milhões de pessoas. Basta querer.