Microsoft desiste do Android e dos telemóveis básicos. Só Windows Phone daqui em diante


A Nokia ficou famosa pelo seu icónico 3310 e por outros tantos featured phones, isto é, telemóveis que servem apenas para chamadas e SMS. Mas agora, sob alçada da Microsoft, a fabricante finlandesa apostará unicamente em smartphones Windows Phone. De parte ficam também os Nokia X com Android.

A informação consta numa nota interna enviada por Jo Harlow, a cabeça do negócio de telemóveis da Microsoft, aos funcionários da empresa. Nessa nota, é dito que as linhas Asha e Series 40 (feature phones), bem como a linha Nokia X (smartphones Android) não terão mais desenvolvimentos: nada de novos telemóveis, nem de novas funcionalidades, nem de novos serviços. A Microsoft garantirá suporte aos actuais equipamentos durante os próximos 18 meses.

“Planeamos mudar o design dos produtos Nokia X para que se tornem em produtos Lumia equipados com Windows. Isto assenta no nosso sucesso no segmento dos smartphones acessíveis e está em linha com o nosso foco nas apps universais do Windows”, escreveu o Satya Nadella num e-mail. A Microsoft deixará, assim, de fabricar telemóveis Android.

A aposta daqui em diante será unicamente no Windows Phone. A Microsoft quer produzir equipamentos de baixo custo para os mercados emergentes e equipamentos de alto custo para competir com a Samsung, a Google e a Apple.