O iPhone que foi ao espaço e voltou


Andrew Castley, professor de ciências na Academia Giles, em Boston (Inglaterra), reuniu alunos de matemática, física e comunicação social num projecto bem cativante: enviar um iPhone dentro de um balão de hélio para o espaço. O engenho subiu até 30 quilómetros de altitude, isto é, até à estratosfera.

A viagem do iPhone durou cerca de 2 horas e meia. Depois de um pequeno precalço (uma colisão com uma árvore), o aparelho subiu cerca de 30 quilómetros até à estratosfera, uma das camadas da atmosfera terrestre. Aí o balão rebentou, iniciando-se a descida. O iPhone acabou por cair suavemente, graças ao paraquedas incorporado, a cerca de 64 quilómetros do local de lançamento, em Norfolk.

Ficou tudo registado num vídeo:

Castley e os alunos demoraram 2 anos a planear esta viagem, até porque precisaram de fundos para a realizar. Por exemplo, o iPhone precisou de levar acoplado um sistema para resistir às baixas temperaturas. Também o paraquedas, que fez com que a queda do aparelho fosse suave, precisou de ser custeado.