Os utilizadores de iPhone são, para a Samsung, reféns de tomadas


 
O Shifter precisa de dinheiro para sobreviver.
Se achas importante o que fazemos, contribui aqui.

Para além de amovível, a bateria do Galaxy S5 pode ser economizada com uma função do software, que permite desligar a maioria das funcionalidades do smartphone, ficando activas apenas aquelas que são consideradas essenciais pelo utilizador.

O iPhone não tem isso. Apesar da boa bateria, o telemóvel da Apple não permite a troca da bateria, nem a poupança da mesma. O resultado? Ter um carregador portátil no bolso ou andar preso às tomadas.

O anúncio está obviamente exagerado. Não deixa ser, todavia, engraçado este picanço entre a Apple e a Samsung.

Se não conseguirmos aumentar o número de patronos, a 2ª edição da revista será a última, e o Shifter como o conheces terminará no final de Dezembro. O teu apoio é fundamental!