Coolest: uma arca térmica multifacetada que vale milhões no Kickstarter


Para os techies e os amantes das actividades ao ar livre que não conseguem passar sem as comodidades que os avanços tecnológicos já proporcionaram. Para os pais de múltiplas crianças irrequietas e pré-adolescentes portadores de “tédio crónico”, que têm de pensar não só em alimentar as suas crias como entretê-las sempre que vão a algum lado. Ou para os amantes de refrescantes smoothies e batidos. Eis a arca térmica mais cool: a Coolest.

A 8 de Julho, Ryan Grepper, criador do projecto, definia a sua invenção no Kickstarter como “[…] uma festa portátil disfarçada de arca térmica que traz bebidas batidas, música e diversão a qualquer actividade ao ar livre”. E passados menos de dois meses já são mais de 55 mil as pessoas que não só parecem acreditar na descrição como estão dispostas a financiar o projecto.

A Coolest inclui uma liquidificadora incorporada com uma bateria recarregável, uma coluna Bluetooth removível à prova de água e portas USB para que nunca falte bateria nos telemóveis e noutros aparelhos dos seus utilizadores, entre outras características que contribuem para criar uma “festa portátil” instantânea onde quer que esta arca esteja.

Com mais de 13.2 milhões de dólares (aproximadamente 10 milhões de euros) em doações, a Coolest é o projecto do Kickstarter que arrecadou o maior valor de sempre, ultrapassando a meta traçada de 50 mil dólares em cerca de 26 400%. A campanha recebeu mais doações do que o SmartWatch da Pebble, que desde há dois anos detinha o recorde de mais fundos angariados, com uns impressionantes 10.2 milhões de dólares.

A multifacetada Coolest só deverá começar a ser comercializada em Fevereiro de 2015 e cada unidade custará 299 dólares (cerca de 227 euros), mas quem tiver feito doações a partir dos 165 dólares poderá adquiri-la por menos de 200 dólares. Doações iguais ou superiores a 225 dólares terão direito a arcas térmicas gratuitas.

Neste momento, a posição do crowdfunding, com o Kickstarter, Indiegogo, entre outros, minimiza tanto o risco [de investimento] que não existem desculpas. Podem lançar as vossas ideias e receber feedback directo e perceber se o mercado acredita tanto nelas quanto vocês”, disse Ryan Grepper numa conversa com o site tecnológico Digital Trends.

Mas para lançar produtos inovadores ou para pedir financiamento para projectos, o melhor será apostar nas áreas da tecnologia e de tudo o que for relacionado com a cultura Pop. De acordo com o The Verge, estes são os tipos de iniciativas de crowdfunding que mais sucesso têm tido no Kickstarter, sendo exemplos disso mesmo as campanhas da consola de jogos Ouya, do leitor de música Pono e de auxílio para os custos de produção e distribuição da série infantil Reading Rainbow e do filme Wish I Was Here, de Zach Braff.