FUSING, um festival com pegada artística


Este artigo é gratuito como todos os artigos no Shifter.
Se consideras apoiar o nosso trabalho, contribui aqui.

Não só de música, gastronomia e desporto se faz o FUSING. Há também arte. E não falamos apenas da arte que decora paredes. A fotografia, a ilustração, o scratching, o breakdance e o instagraming também fazem parte do cartaz do evento que decorre de 14 a 16 de Agosto na Figueira da Foz.

A arte urbana permite ao FUSING perdurar para além das datas do evento. Porque os murais não desaparecem de um dia para o outro, ficam na cidade, ficam para a cidade. Por exemplo, passado quase um ano, as peças criadas em 2013 estão completamente intactas. Referimos-nos a um mural de um gigante peixe cor de laranja no Centro de Artes e Espectáculos, a instalação de azulejos na zona ribeirinha e a ilustrações em outros tantos edifícios da chamada zona turística do Bairro Novo.

Em 2014, pretende-se aumentar este museu a céu aberto, valorizando a história da cidade, os desportos náuticos e a cultura piscatória da Figueira da Foz. Nesse sentido, o FUSING convidou cinco artistas, três portugueses – Pantónio, Tamara Alves e Panda do Transe – e dois romenos – SADDO e AITCH.

Pantónio vai pintar uma parede enorme. Já Tamara Alves foi desafiada a contar uma história utilizando e reabilitando portas e portões degradados de várias ruas da Figueira da Foz. Panda do Transe propõe-se instalar bonecos moldados em papel e fita-cola, de dimensões e figura idênticas ao de uma pessoa real, em locais diversos da cidade. O duo AITCH e SADDO pintará uma das faces da torre de sinalização do porto, retratando, através de dois olhares distintos, a dinâmica marítima da Figueira.

Mas não só de arte urbana se faz o FUSING. Uma das novidades deste ano é o scratching e ninguém melhor que o DJ X-Acto para o representar e apresentar, num ambiente descontraído. Reconhecido na esfera do Hip Hop nacional, assenta as suas sonoridades também no Soul, Funk, Jazz, Breaks, Dub e Electro. Outra adição é a universo da street dance, em particular o breakdance, que o experiente Bboy Speedy trará ao FUSING numa demonstração aberta a todos os curiosos.

Mas o centro artístico da Figueira será na Garagem das Artes no recinto do FUSING. Será lá que poderemos apreciar as ilustrações de André Fernandes Trindade, as fotografias por Miguel Oliveira, os ofícios da Anita dos 7 Ofícios (aka Ana Morais), a colecção de vinis do Mr. MUTE, os vídeos do Vasco Mendes e muito mais.

E ainda: um encontro de instagramers

O FUSING convida todos os utilizadores do Instagram a fazerem parte do Double Insta Meet, a desculpa perfeita para sair à rua e fotografar, conhecer novas caras e reencontrar velhos amigos, numa comunidade que está cada vez mais unida e promissora.

Nos dias 15 e 16 de Agosto , e com o apoio da Instagramers Portugal, do Igers Porto e do Instagramers Lisboa, todos os utilizadores da rede social estão mais do que convidados a comparecerem na Figueira da Foz, sejam eles do Norte, Centro ou Sul do país, sejam profissionais ou amadores. O essencial é trazer na bagagem a paixão pela fotografia e pela partilha.

Este Double Insta Meet terá a forma de passeio pelos tesouros naturais da cidade, como jardins, rio e mar, bem como tesouros materiais e imateriais, onde se incluem as pinturas murais que o Fusing realizou, tanto na edição passada como na presente. À frente desta oportunidade de reunir Instagramers dos 4 cantos do país, está Ana Morais aka Anita dos 7 ofícios, formadora na Embaixada de Lomografia de Lisboa e que pertence à comunidade Instagramers Portugal.

O ponto de encontro será o pórtico do recinto do Fusing pelas 14h30, tanto no dia 15 como no 16, e as fotos com hashtag #DIMFUSING vão ser projetadas na Garagem das Artes, dentro do recinto do Fusing, pelas 21 horas.

Foto: Pedro Agostinho Cruz

Investimos diariamente em artigos como este.
Precisamos do teu investimento para poder continuar.