Snapchat já vale 10 mil milhões de dólares (e o CEO do Twitter gosta disso)


Este artigo é gratuito como todos os artigos no Shifter.
Se consideras apoiar o nosso trabalho, contribui aqui.

A Kleiner Perkins Caufield & Byers, uma empresa norte-americana de capitais de risco, decidiu avançar com um investimento de 20 milhões de dólares no Snapchat, que valorizará a empresa em 10 mil milhões de dólares – revela o Wall Street Journal.

Com 10 mil milhões de dólares, o Snapchat posiciona-se no mercado ao lado do Uber e da Airbnb, por exemplo. Em 2013, a startup valia apenas 2 mil milhões. Isto antes de Mark Zuckerberg (Facebook) e Larry Page (Google) terem oferecido 3 e 4 mil milhões, respectivamente, para ficarem com ela.

Dick Costolo, CEO do Twitter, diz que a valorização do Snapchat não é absurda, acrescentando que a app é um dos melhores produtos sociais que existem por aí:

Publicidade no Snapchat a partir de Novembro

O mesmo Wall Street Journal diz ainda que, a partir de Novembro, existirão anúncios no Snapchat. A ideia é tornar a app (mais) atractiva para marcas e criar uma fonte de receita que permita à empresa por detrás da app subsistir. O novo serviço deverá chamar-se Snapchat Discovery e será uma forma de descobrir novos conteúdos, que podem assumir a forma de anúncios.

De acordo com o jornal, a empresa terá já contactado com cerca de uma dezena de empresas interessadas em promover os seus produtos através da app, que tem, de acordo com o Wall Street Journal, 100 milhões de utilizadores activos mensalmente, que trocam todos os dias mais de 500 milhões de mensagens.

Investimos diariamente em artigos como este.
Precisamos do teu investimento para poder continuar.