Apple confirma ataque, mas nega falhas de segurança no iCloud


A Apple admitiu ter existido um ataque a algumas contas iCloud de celebridades, que colocou na esfera pública fotos íntimas de Jennifer Lawrence, Ariana Grande e Kate Upton, entre outras. A empresa defende, no entanto, a fiabilidade do seu serviço, afirmando que o referido ataque não resultou de uma falha de segurança.

A Apple continuará atenta ao caso. Eis o comunicado oficial, enviado à imprensa:

Queremos fazer um update à nossa investigação do roubo das fotos de certas celebridades. Quando tomámos conhecimento do roubo ficámos ultrajados e mobilizámos de imediato os engenheiros da Apple para descobrir a fonte. A privacidade e a segurança dos nossos clientes é da maior importância para nós. Depois de mais de 40 horas de investigação, descobrimos que algumas contas de celebridades foram comprometidas por um ataque muito dirigido aos nomes de utilizadores, palavras-chave e perguntas de segurança, uma prática que se tornou demasiado comum na Internet. Nenhum dos casos que investigámos resultou de qualquer falha em qualquer dos sistemas da Apple, incluindo o iCloud ou Find my iPhone. Continuamos a trabalhar com os serviços policiais para procurar identificar os criminosos envolvidos.

O FBI também está a investigar.