EmmaYouAreNext.com é, afinal, uma tentativa de fechar o 4Chan


Um utilizador do Reddit já tinha avisado esta terça de que o EmmaYouAreNext.com, o site que ameaçou publicar fotos íntimas de Emma Watson, não passava de uma campanha de marketing criada pela empresa Rantic em conjunto com o site de notícias FoxWeekly. O referido utilizador tinha descoberto que o emmayouarenext.com, o rantic.com e o foxweekly.com estavam alojados no mesmo servidor ou partilhavam pelo menos um servidor em comum.

“Há provas de que o site emmayouarenext.com é gerido pela Rantic, que tem uma história recente relacionada a invenção de histórias desta natureza, tendo já usado o ponto de vista do 4Chan+Hacker num anterior acto de promoção. Parece que o objectivo do marketing por estes dias é vender mentiras ao maior número de pessoas possível e esta campanha em particular parece tê-lo conseguido com sucesso”, escreveu o utilizador.

Mas a Internet não lhe ligou, nem tão pouco os media. O Washington Post, a BBC e outros gigantes da comunicação social reportaram o EmmaYouAreNext.com como legítimo e atribuíram a autoria ao 4Chan, o fórum – recorde-se – responsável pelo #TheFappening. Colocado no ar na tarde de sábado, o site continha uma contagem decrescente, finda a qual seriam partilhadas fotografias íntimas da actriz que recentemente protagonizou, em Nova Iorque, um poderoso discurso pelos direitos humanos.

shutdown4chan_contagem

Quando a contagem decrescente chegou a zero (sendo que foi entretanto alterada para terminar à meia noite de ontem), o EmmaYouAreNext.com passou a remeter para o site da Rantic, confirmando-se as suspeitas do utilizador do Reddit e revelando-se uma campanha negra para fechar o 4Chan. “Junta-te a nós para fechar o 4Chan e evitar que mais fotos privadas sejam leaked. Nenhuma destas mulheres merecem isto e todos juntos podemos fazer a mudança”, lê-se na homepage.

A Rantic – que se apresenta como “uma empresa de social media marketing, que concebeu algumas das campanhas e vídeos mais virais” – avança que o EmmaYouAreNext.com teve mais de 48 milhões de visitas, de 7 milhões de likes/shares no Facebook e de 3 milhões de menções no Twitter.

O website da Rantic inclui ainda uma breve carta a Barack Obama, pedindo-lhe ajuda para fechar o 4Chan. “Fomos contratados por representantes de celebridades para chamar à atenção para este problema”, começa por dizer Brad Cockingham, o CEO da Rantic, na carta dirigida ao presidente norte-americano. E conclui: “O leak de fotos íntimas no fórum 4Chan nos últimos 2 meses foi uma invasão à privacidade e indica também que a Internet PRECISA de ser censurada. Cada like/share no Facebook e menção no Twitter servirá de assinatura social – e será um passo em frente para fechar o www.4chan.org.”

shutdown4chan_barackobama

De referir, por último, que mesmo nós, Shifter, apesar de termos levantado suspeitas sobre a veracidade da ameaça do EmmaYouAreNext.com, acabámos por tratá-la como verdadeira e como causa dos comentários negativos que se multiplicaram no 4Chan. Esses comentários existem e continuam a ser condenáveis. Mas não fica mal admitir que duvidámos que fosse possível, hoje em dia, enganar tão facilmente os meios de comunicação e principalmente os internautas mais atentos e informados.