Microsoft salta o 9 e apresenta um ambicioso Windows 10


 

Não é gaffe: o novo Windows – apresentado hoje, em São Francisco – chama-se mesmo Windows 10. Por um motivo qualquer, a Microsoft decidiu saltar um número: o Windows 9 nunca existiu e nunca existirá. O Windows 10, que funcionará em todas as plataformas (telemóveis, tablets, computadores e televisões), marca o início do futuro do sistema operativo da Microsoft.

A Microsoft olhou para o que fez bem no Windows 7, para o que fez mal no Windows 8 e para o que a Apple fez bem no OS X. Dessa análise, nasceu o Windows 10. Uma única plataforma com uma única loja de apps, que funciona em telemóveis (adeus, Windows Phone), tablets, computadores, televisões (adeus, interface da Xbox) e em outros aparelhos. “Alguns dos aparelhos têm ecrãs de 4 polegadas – outros têm de 80 – e alguns nem têm sequer ecrã. Alguns aparelhos usas com dedo e caneta, outros com rato e teclado, outros com comandos e gestos”, refere a Microsoft em comunicado.

windows10

A ideia do Windows 10 é adaptar-se ao dispositivo onde está instalado, oferecendo aos utilizadores a experiência certa no momento certo. Na versão desktop, o Windows 10 recupera o Start Menu a que o Windows 7 e versões anteriores nos habituou. Por outras palavras, a interface Metro (do Windows 8) já não ocupa o ecrã todo, aparecendo combinada com o tradicional Start Menu. O resultado é um espaço com as nossas apps (modernas e clássicas), os contactos favoritos, etc.

windows10_screen01

As apps têm agora todas o mesmo comportamento. Isto é, as apps modernas (as da Windows Store) podem abertas no mesmo formato que os programas tradicionais de desktop, e ser redimensionadas e movidas pelo ambiente de trabalho.

O multi-tasking foi aperfeiçoado, funcionando agora muito ao estilo do OS X. Podemos criar vários ambientes de trabalho, que podem ser usados de forma alternada consoante os propósitos e projetos, incluindo ambientes pessoais e profissionais separados. É possível organizar as apps entre eles. Alternar entre diferentes apps num mesmo ambiente passa a ser muito mais fácil e intuitivo.

windows10_screen02

windows10_screen03

windows10_screen04

O Windows 10 estará disponível em meados de 2015. Um preview estará disponível amanhã.

Gostaste do que leste? Quanto vale conteúdo como este?

Trabalhamos todos os dias para te trazer artigos, ensaios e opiniões, rigorosos, informativos e aprofundados; se gostas do que fazemos, apoia-nos com o teu contributo.