Por que motivo os funcionários da Starbucks escrevem mal os nomes dos clientes nos copos?


Este artigo é gratuito como todos os artigos no Shifter.
Se consideras apoiar o nosso trabalho, contribui aqui.

A verdade é que não sabemos, mas o youtuber/comediante Paul Gale, residente em Nova Iorque, tem uma teoria. “Escrevo, talvez, 500 nomes de clientes por dia, todos os dias”, começa por dizer Paul, no papel de um funcionário da Starbucks.

Paul, o funcionário, diz que escreve mal os nomes para confundir as pessoas, “é a melhor parte do meu trabalho”.

Investimos diariamente em artigos como este.
Precisamos do teu investimento para poder continuar.