Encontramo-nos na Starbucks?


Este artigo é gratuito como todos os artigos no Shifter.
Se consideras apoiar o nosso trabalho, contribui aqui.

Poucas serão as pessoas que não conhecem a Starbucks.  É por isso curioso constatar que a famosa cadeia de coffeehouses só agora lançou a sua primeira campanha global – Meet Me At Starbucks foi o nome escolhido para a acção que terá que ser vista como um marco na comunicação da marca norte-americana.

Tendo em conta a dimensão da marca, poderá parecer que esta campanha global peca por tardia. Ainda assim, é difícil ignorar a verdade presente na mensagem que nos passa: a Starbucks, mais do que uma coffeehouse, é um local de encontro, partilha e comunhão.

A campanha Meet Me At Starbucks foi filmada simultaneamente em 28 países e pretende mostrar que quando entramos numa qualquer loja Starbucks do mundo, em qualquer dia da semana, há coisa que encontraremos sempre: novos e velhos amores, respeito, partilha, compreensão, tradições, aprendizagem, paixões e muitas outras coisas boas que acontecem quando nos reunimos.

A agência responsável pela criatividade é a 72andSunny que, para chegar ao conceito que nos apresentam, partiram de alguns vídeos publicados por clientes Starbucks no YouTube, que dão conta de histórias da sua vida que incluem, em algum momento, a famosa coffeehouse. Como tal, toda a estratégia desta campanha global também incentiva os fãs da Starbucks a partilhar as suas experiências através do Twitter, Tumblr e Instagram com a hashtag #HowWeMet.

Há ainda um mini-documentário de 6 minutos no YouTube com possibilidade de interacção, que nos permite explorar as histórias que mais nos interessam ao longo do vídeo. Paralelamente foi também lançado um anúncio de televisão de 1 minuto que resume os momentos capturados no dia de filmagens nos 28 países diferentes.

No fundo, esta campanha global não é sobre o café ou os produtos Starbucks, mas sim uma celebração do convívio e dos momentos especiais que podemos partilhar com qualquer pessoa numa coffeehouse da marca. Afinal, nós sabemos (e a Starbucks também) que apesar de os Caramel Machiattos e os Muffins serem maravilhosos, nunca será inteiramente por eles que escolheremos passar a nossa tarde numa das lojas da marca.

Investimos diariamente em artigos como este.
Precisamos do teu investimento para poder continuar.