PayPal diz que o Apple Pay é tão seguro como o iCloud


A chegada da Apple ao mercado dos pagamentos teve uma reacção corrosiva de um dos principais “ameaçados” pelo novo serviço da gigante da maça . Em Setembro, dias depois de a Apple anunciar o Apple Pay, o PayPal lançou uma mini-campanha para dizer às pessoas que o seu serviço de pagamentos é mais seguro que o do Apple, bastando para isso ver o que aconteceu com as fotos que muitas celebridades guardaram no iCloud.

“Nós, as pessoas, queremos o nosso dinheiro mais seguro que as nossas selfies”, lê-se no anúncio publicado nas páginas impressas do New York Times, do USA Today e do San Francisco Chronicle, em meados de Setembro. E também no tweet que a marca fez.

“Ninguém pode contestar o forte histórico da Apple, mas pagamentos é uma área difícil. É mais difícil que manter um live stream em pé”, disse o actual Director Sénior de Comunicação do PayPal, Rob Skinner, ao site TechRadar, referindo-se aos problemas que a Apple teve em manter operacional a transmissão via net do seu evento de 9 de Setembro.

O PayPal considera que o Apple Pay não é seguro. Mas a empresa, que está prestes a separar-se do eBay, não parece estar na melhor posição para fazer tal acusação. Isto porque, não há muito tempo, o PayPal teve problemas com os mecanismos de autenticação de que os seus utilizadores dispõe.

O novo serviço da Apple não armazena cartões de crédito, nem no telemóvel, nem na cloud. Na verdade, para associar o cartão de crédito à sua conta Apple Pay, o utilizador usa a câmara do iPhone para o ler o cartão de crédito, mas os dados bancários são depois codificados, sendo esse código guardado num chip do telemóvel, denominado Secure Element. Antes de fazer um pagamento, o utilizador tem de o autorizar com a impressão digital (Touch ID); significa isso que só o proprietário do iPhone pode realizar compras. O retalhista recebe unicamente a confirmação da transacção, juntamente com os números que identificam o iPhone do cliente, não tendo assim acesso de forma alguma aos cartões de crédito.

A segurança é um tema complexo, mas a Apple parece ter desenvolvido um sistema que se diz seguro e infalível. O Apple Pay funciona no iPhone 6 e 6 Plus, e funcionará, em 2015, no iPhone 5 e 5S com o Apple Watch.