Um tributo à fotografia. Obrigado, Leica


Faz 100 anos que a Leica inventou pela primeira vez a possibilidade de fotografar fora de um estúdio. Para o celebrar, decidiu fazer um dos vídeos mais bonitos sobre a história da fotografia.

Com uma película de 35mm, e uma câmara ajustada à deslocação do homem, a Leica criou a imortalidade. Recordamos o Mundo através de um suspiro que ficou eterno. Sentimos e choramos, os anos que nunca vivemos… Pois a fotografia enaltece aqueles que decidiram mudar o rumo da sua história.

Este vídeo é especial. Não se trata de apenas uma produção fenomenal, de lentes com pouca profundidade de campo e de luzes bem trabalhadas. Este vídeo refaz em 2 minutos, dezenas de imagens marcantes. (Imagens essas que nem foram “congeladas” por uma lente leica).

Existe a Ida à lua, os primeiros beijos, os loucos anos 20 ou o tempo dos cowboys.

Há referência a fotógrafos como:

  • Cartier Bresson – fotografia da criança com garrafas de vidro e a famosa fotografia do salto espelhado no lago;
  • Alfred Eisenstaedt que imortalizou o beijo de uma mulher de branco em Times Square em Agosto de 1945;
  • Samuel Aranda que ficou conhecido em 2012 no World Press Photo quando regista o abraço de uma mulher de burca a um familiar seu que se encontra internado num hospital de campanha dentro de uma mesquita;
  • Marc Riboud – fotografia da activista feminina que segurava numa flor em frente a centenas de espingardas. Uma imagem que correu o mundo. Uma posição determinante contra a guerra do Vietname em 1967;
  • Malcolm Browne – “o monge a arder”;
  • Eddie Adams que fotografou um dos momentos mais arrepiantes da guerra do Vietname. Um rapaz tem uma arma apontada à cabeça e é fotografado exactamente antes do tiro da sua morte.

Visualizam-se ainda imagens do Apartheid e de Tiananmen Square com os tanques na China. A quebra do tabu com a fotografia de corpos nus – femininos e masculinos. O filme termina com um dos ícones da Guerra Civil Espanhola. Uma fotografia de Robert Capa, que regista a queda de um soldado alvejado.

A Leica assume que não inventou A fotografia. Mas salienta que até mesmo as que não foram fotografadas com uma câmara da marca, foram fotografadas porque outrora já existia a tecnologia Leica. Obrigado.