A Adidas encontrou os ténis do momento numa loja saída do passado


 
O Shifter precisa de dinheiro para sobreviver.
Se achas importante o que fazemos, contribui aqui.

A Adidas descobriu uma colecção de ténis em Buenos Aires que levou o vocalista dos Stone Roses, Ian Brown, e o especialista da marca Gary Aspden a voar até à Argentina.

É numa montra em mau estado que se começam a ver as pérolas que tantos coleccionadores desejam e onde começam as palpitações de todos os que vão descobrir este oásis de produtos vintage da Adidas que tem produtos anteriores ao Mundial de 1978 na Argentina.

Desde que os ténis se tornaram um bem inflacionado, os colecionadores querem ter os modelos mais icónicos do passado e o seu preço cresceu de forma flagrante com isso. A procura por espaços como este – onde o stock fica a morrer – aumentou e muito. Adidas assim são tão difíceis de encontrar que inspiram uma exposição no Design Manchester, ainda a decorrer, que faz a retrospectiva da marca em mais de 250 modelos.

adidascoleccaobuenosaires_02

É uma parvoíce julgar que a cultura pop não passa também pelas marcas e é por isso que vemos no vídeo os especialistas da Adidas a babar-se por ténis cujas solas se convertem em pedaços, mostrando que até a robustez do passado é efémera e que o hype continua a sobrepor-se ao produto.

adidascoleccaobuenosaires_03

A piada da história é que o dono da loja é carrancudo e senta-se lá todos os dias com poucas intenções de vender. Carlos Ruiz de 75 anos tinha fama de ser imprevisível.

Acabou por ser Ian Brown a descobrir que, dez anos antes, Ruiz tinha sido baleado, demorando dois anos a voltar a andar e acabando por perder a licença com os fornecedores da Adidas. Cansado e viúvo, passou a fazer da loja um sítio onde só vende os ténis mais nobres – vintage da Adidas.

adidascoleccaobuenosaires_04

Apesar da sua história trágica, o dono da loja deixou-os entrar e até lhes vendeu alguns pares de ténis, sabendo que muitos deles iam ser parte da exposição que ia acontecer. Raridade atrás de raridade compiladas agora neste vídeo da Adidas.

Se não conseguirmos aumentar o número de patronos, a 2ª edição da revista será a última, e o Shifter como o conheces terminará no final de Dezembro. O teu apoio é fundamental!