Esta criança de 5 anos passou no exame da Microsoft


Aos 5 anos e 11 meses de idade, Ayan Qureshi fez história ao tornar-se o mais novo de sempre a conseguir obter o Certificado Profissional da Microsoft. O pequeno génio informático de origem britânica bateu o anterior detentor do recorde, o paquistanês Mehroz Yazar, por uma diferença de apenas 7 meses – Mehroz tinha 6 anos e meio quando passou no exame da Microsoft.

Foi desde muito cedo que o pequeno Ayan começou a desenvolver a sua paixão pelo mundo dos computadores. O pai, consultor de TI, incentivou o filho a desenvolver as suas capacidades na área quando este tinha apenas 3 anos. Dotado de grande curiosidade e uma excelente capacidade de memória, não demorou muito até que Ayan começasse a demonstrar habilidades informáticas de um nível muito além do normal para a sua tenra idade.

Inicialmente, os responsáveis pelo certificado na Birmingham City University até chegaram a recusar ao jovem prodígio a hipótese de fazer o exame. Era demasiado complexo, diziam. Mas com o aval direto da própria Microsoft, Ayan foi autorizado a fazer o exame, tendo acabado por provar errado todos aqueles que de si duvidaram. Aliás, do complexo e rigoroso exame elaborado pela Microsoft, compreender a linguagem utilizada foi um dos seus maiores obstáculos, conta.

ayanqureshimicrosoft_02

O Certificado Profissional da Microsoft é um título que confere um grau de grande perícia informática nos sistemas operativos da Microsoft. Este título é maioritariamente ambicionado por alunos de IT prestes a entrar no ensino universitário ou a sair do mesmo, dado ser altamente reconhecido pela generalidade da indústria informática. Não propriamente sendo caso único, o feito de Ayan é deveras surpreendente, em especial se tivermos em conta que os seus colegas de turma só agora começaram a aprender conceitos básicos de matemática.

A idade até pode ser um posto, mas está visto que os grandes talentos não escolhem idades. Já com 6 anos de idade, Ayan diz que quando crescer quer ser ou matemático ou consultor de TI, como o pai. Qualquer que seja o caminho que venha a seguir, neste momento é seguro apostar que o jovem britânico terá certamente um brilhante futuro pela frente.