Há 7 trimestres consecutivos que a Vodafone Portugal perde clientes móveis


É o sétimo trimestre consecutivo em que a Vodafone Portugal perde clientes no mercado móvel. Entre o segundo semestre fiscal de 2013 e o deste ano (terminado em setembro), a operadora ficou sem 539 mil clientes. Se andarmos ainda mais para trás, até ao período homólogo de 2012, contabiliza-se uma perda de perto de um milhão de clientes.

Apesar dos balanço negativo, a área da Internet fixa continua a fazer aumentar os números. Este segmento viu os seus clientes duplicar no espaço de um ano: são 276 mil actualmente. O valor de dados consumidos através de Internet móvel foi 5 333 Terabytes.

Os últimos resultados financeiros da subsidiária portuguesa da operadora britânica são assim agridoces. A baixa no número total de clientes tem um peso directo nas receitas da empresa. No espaço de um ano, os resultados baixaram para 24 milhões de libras, o equivalente a 30 milhões de euros.

A Vodafone Portugal fechou o segundo trimestre do ano com receitas de 185 milhões de libras, cerca de 236 milhões de euros.

No que diz respeito à receita média por utilizador – ARPU – houve um aumento de 12,10 euros para 12,20 euros, no período de um ano. Mas tanto as receitas médias dos clientes em contrato como as dos clientes em pré-pago baixaram de valor. Os clientes em modelo pré-pago representam 74% do universo dos serviços de telecomunicações móveis da Vodafone Portugal.

O Shifter é gratuito e sempre será. Mas, se gostas do que fazemos, podes dar aqui o teu contributo.