Altice oferece 7,4 mil milhões pela PT Portugal e entra em negociação exclusiva com a Oi


Este artigo é gratuito como todos os artigos no Shifter.
Se consideras apoiar o nosso trabalho, contribui aqui.

O grupo francês Altice aumentou de 7,025 mil milhões de euros para 7,4 mil milhões a sua oferta de compra dos activos da PT Portugal, proprietária do MEO e do SAPO. Com o aumento do valor da proposta, o dono da Cabovisão convenceu a Oi, afastando da corrida o consórcio composto pelos fundos de investimento norte-americanos Apax e Baine e pela empresa portuguesa Semapa.

A Altice entrou agora em negociações exclusivas com a Oi. Durante as próximas 3 semanas, as duas empresas discutirão as condições finais da operação. O acordo agora obtido entre a Oi e a Altice não significa que o negócio está fechado.

A PT SGPS, sob a qual pende uma Oferta Pública de Aquisição (OPA) da angolana Isabel dos Santos, terá ainda algo a dizer, isto é, a compra da PT Portugal pela Altice está dependente da votação da sua assembleia-geral.

Com a concretização do negócio, a Oi conseguirá reduzir a dívida e ganhar músculo financeiro para se consolidar no mercado das comunicações no Brasil, por exemplo, através da aquisição da TIM Brasil.

Investimos diariamente em artigos como este.
Precisamos do teu investimento para poder continuar.