CEO da Sony Pictures: “Continuamos a querer que o público veja o filme”


Numa entrevista exclusiva à CNN esta sexta-feira, depois das declarações de Barack Obama, o CEO da Sony Pictures Michael Lyntonanunciou que a empresa não desistiu. “Nós não cedemos, não recuamos. Nós sempre tivemos o desejo que o público norte-americano assistisse este filme.”

Naquelas que foram as suas primeiras declarações públicas desde o início do ataque informático há algumas semanas, Michael Lynton comentou ainda a especulação em torno se a Sony Pictures deveria ou não lançar o filme online, como solução ao fecho de portas das salas de cinemas.

O executivo disse que essa opção não estava a ser considerada no início da semana, mas garantiu que está a considerar “um número de opções que estão abertas para nós”. E acrescentou: “Não existiu um grande distribuidor de video-on-demand que tenha dado um passo em frente e dito estar disposto a distribuir o filme.”

No final da entrevista, Michael Lynton voltou a deixar bem claro: “Continuamos a querer que o público veja o filme.”