Humans of New York angaria 350 mil dólares para levar crianças de bairro pobre a Harvard


Uma turma do 6º ano de uma escola do bairro nova-iorquino de Brooklyn vai visitar a Universidade de Harvard. A viagem será paga pelo blogue facebookiano Humans of New York, que angariou mais de 365 mil dólares numa campanha de crowdfunding.

Tudo começou com uma fotografia de um rapaz que Brandon Stanton, autor do Humans of New York, fotografou nas ruas de Nova Iorque. Brandon perguntou ao jovem quem era a sua maior influência. “A minha diretora, a Ms. Lopez”, respondeu. E explicou: “Quando nos metemos em sarilhos ela não suspende as nossas matrículas. Em vez disso, chama-nos ao gabinete e diz-nos que sempre que alguém deixa a escola, constrói-se uma nova cela de prisão. Uma vez ela pôs os alunos de pé – um de cada vez – e disse a cada um de nós que éramos importantes.”

A publicação – que recebeu mais de um milhão de likes, 18 mil comentários e 130 mil partilhas no Facebook – destacou-se das demais. O Humans of New York é um dos mais populares blogues no Facebook, com cerca de 12 milhões de seguidores.

 

Brandon foi à procura da directora – e também professora – Ms. Lopez na Mott Hall Bridges Academy, uma escola localizada no problemático bairro de Brownsville, que apresenta não só uma elevada taxa de crime (a maior do Estado de Nova Iorque), como muita pobreza (quase 40% dos seus habitantes vivem abaixo do limiar da pobreza).

honycriancashavard_mslopez

“Este é um bairro que não espera, na verdade, muito das nossas crianças, pelo que na Mott Hall Bridges Academy colocamos as expectativas muito altas. Não chamamos às crianças de alunos, dizemos-lhes que são estudantes”, explicou a Ms. Lopez.

“A nossa cor é a roxa. Os nossos estudantes vestem-se de roxo e os nossos funcionários também. Porque o roxo é a cor da realeza. Quero que eles saibam que, mesmo que vivam num bairro social, pertencem a uma longa dinastia real que tem origem nos grandes reis e rainhas africanos. E que pertencem a um grupo de pessoas que sofreu muito na história e que ainda está a recuperar. Quando dizemos às pessoas que somos de Brownsville, elas torcem o nariz. Mas há aqui crianças que precisam de saber que podem ser bem-sucedidas.”

Foi em conversa com a Ms. Lopez que surgiu a ideia de angariar fundos para que todos os anos os alunos do 6º ano possam visitar a Universidade de Harvard. “Quero que todas as crianças que entram na minha escola saibam que podem chegar onde quiserem e que serão capazes de se integrar”, disse a directora.

 

Brandon Stanton iniciou, assim, através do blogue Humans of New York uma campanha de crowdfounding na nova plataforma Indiegogo Life. O objetivo inicial apontava para os 100 mil dólares, mas, em apenas 24 horas, o dinheiro angariado foi mais de 350 mil dólares.

 

350 mil dólares depois, um novo objectivo

Faltam duas semanas para o fim da campanha; e, face ao valor até agora angariado, Brandon Stanton e Ms. Lopez decidiram expandir o objectivo do crowdfunding. Para além da viagem a Harvard, a dupla pretende criar um Programa de Verão na escola para que as crianças não tenham de passar os dias em casa – a rua é muito insegura, conforme conta a directora: “Os meus estudantes não podem ir lá para fora. É demasiado perigosa. Os jardins e os parques estão vazios. Nem a biblioteca é uma zona segura.”

Por cada 40 mil dólares angariados para além dos 350 mil já conseguidos, será criado um Programa de Verão num ano – o custo anual deste é precisamente de 40 mil dólares.

Milhares de pessoas seguem o Shifter diariamente, apenas 50 apoiam o projecto directamente. Ajuda-nos a mudar esta estatística.