Para que queres um Óscar se podes criar o teu?


 

Terminado o anúncio dos nomeados para os Óscares 2015, feito no início desta tarde, a Internet foi rápida a notar a exclusão de The Lego Movie da categoria de Filme de Animação. Mas o filme não ficou de fora da lista de nomeados: poderá receber a estatueta dourada de Melhor Canção Original com o tema “Everything Is Awesome”.

Entre as muitas pessoas que tweetaram reacções à ausência do The Lego Movie, há uma que se destacou: Phil Lord, um dos realizadores do filme (The Lego Movie teve outro realizador: Chris Miller). “Está tudo bem. Eu fiz o meu próprio Óscar!”, disse, acompanhando o tweet com uma imagem de um galardão dos Óscares construído com peças Lego.

O galardão em LEGO não foi, na verdade, feito por Phil Lord. A “escultura” é da autoria de Nathan Sawaya, acérrima fã das pequenas peças de plástico, que a criou em Março de 2002 para um evento da Academia.

Phil Lord, o realizador, tweetou ainda:

The LEGO Movie foi um enorme sucesso financeiro para o LEGO. Para além da popularidade que conquistou e das críticas positivas que originou, o filme portou-se bem na bilheteira: com um orçamento de 60 milhões de dólares, The LEGO Movie fez mais de 460 milhões.

Gostaste do que leste? Quanto vale conteúdo como este?

Trabalhamos todos os dias para te trazer artigos, ensaios e opiniões, rigorosos, informativos e aprofundados; se gostas do que fazemos, apoia-nos com o teu contributo.