Apple está a trabalhar num carro eléctrico, diz Wall Street Journal


 
O Shifter precisa de dinheiro para sobreviver.
Se achas importante o que fazemos, contribui aqui.

Segundo o Wall Street Journal, a Apple tem centenas de funcionários a trabalhar num projecto secreto, aprovado pelo CEO Tim Cook há cerca de um ano, para desenvolver um carro eléctrico. Steve Zadesky, um antigo engenheiro da Ford Motor, está a liderar a equipa.

A informação do Wall Street Journal confirma uma história anteriormente publicada pelo Financial Times e aprofunda uma outra do Business Insider. A Apple estará, assim, interessada em concorrer com a Tesla, do carismático Elon Musk, na produção de veículos elétricos.

A empresa terá autorizado um máximo de 1000 pessoas para trabalhar no projecto, diz o The Wall Street Journal, e a equipa inclui Johann Jungwirth, que a Apple contratou em Setembro passado e que foi presidente das operações de pesquisa e desenvolvimento da Mercedes-Benz na América do Norte. Por outro lado, o facto de a Apple estar interessada em criar um carro eléctrico torna mais viável os rumores anteriores de que a empresa de Cupertino estaria a contratar funcionários da Tesla.

De notar que um dos mais notáveis designers da Apple, Marc Newson, já desenhou um carro. A foto que acompanha este artigo é do Ford 021C, um conceito mostrado pela primeira vez no the 1999 Tokyo Motor Show. O Wall Street Journal diz, contudo, que o “iCar” que está em cima da mesa é mais parecido com um monovolume.

A mesma fonte adianta que, enquanto o design e a investigação estão encaminhados, a Apple não tem, por agora, planos para lançar o produto. Não é a primeira vez que surgem rumores de que a Apple está a trabalhar numa nova categoria: no passado, falou-se de uma televisão que nunca chegou ao mercado. Não quer isto dizer que a Apple nunca comercializará um carro, mas a certo é que tal significará, se acontecer, um afastamento do core business da empresa.

De referir que toda a pesquisa (R&D) em torno de como fazer um carro pode ser aproveitada, mesmo que o carro não venha a ver a luz do dia. É uma investigação importante, que ensinará à Apple como desenvolver um software para carros ou como criar uma bateria eficiente. Por outras palavras, o dinheiro gasto em R&D não será dinheiro desperdiçado.

Se não conseguirmos aumentar o número de patronos, a 2ª edição da revista será a última, e o Shifter como o conheces terminará no final de Dezembro. O teu apoio é fundamental!