Canais de TV aceleram as séries para inserir mais anúncios


 
O Shifter precisa de dinheiro para sobreviver.
Se achas importante o que fazemos, contribui aqui.

Canais norte-americanos de TV por cabo estão a acelerar as séries para conseguir inserir mais anúncios entre elas e também no meio delas. Não se sabe qual o nível de adopção desta estratégia, mas o Wall Street Journal assegura que esta é praticada pelo menos pela PBS.

Os canais aceleram em cerca de 7,5% os episódios das séries em repetição, uma mudança que permite ganhar tempo de publicidade, mas que é imperceptível pela maior parte do público. Só quando se compara as actuais emissões dos episódios com as originais é que que se percebe o desfasamento  de timings.

Um internauta comparou um episódio da série Seinfeld transmitida na PBS com o seu original e percebeu que uma estação de TV pode “ganhar” quase 2 minutos por episódio em publicidade.

Só com os episódios lado a lado é que o resultado da comparação fica claro para todos: se, aparentemente, no início existe uma sincronização das duas imagens, esta passa a ser inexistente à medida que o vídeo avança.

Pegando no exemplo de Seinfeld, quando a série foi emitida originalmente tinha 25 minutos, aos quais se somavam 5 para anúncios publicitários. As proporções têm vindo a mudar ligeiramente: actualmente uma sitcom tem cerca de 21/22 minutos com 7/8 minutos de publicidade televisiva.

Se não conseguirmos aumentar o número de patronos, a 2ª edição da revista será a última, e o Shifter como o conheces terminará no final de Dezembro. O teu apoio é fundamental!