High There é um “Tinder” para stoners


High There. Assim se chama a app criada por Todd Mitchem, um norte-americano, residente no Colorado, que viu a sua relação com a namorada acabar depois de esta ter descoberto que ele fumava marijuana. Disponível para Android nos estados onde a erva é legal, o High There é uma espécie de “Tinder” para stoners.

Todd queria uma app que lhe permitisse conhecer outras pessoas que também fumam, estabelecer relações sem sem se ser rejeitado pelo facto de fumar droga. No High There, defines que tipo de consumidor de cannabis és: como te sentes depois de fumar (isto é, qual o teu “nível de energia”), qual o contexto em que fumas (sair à noite ou ficar em casa, por exemplo) e como fumas. Após ser criado o perfil, a app vai procurar potenciais parceiros ou parceiras nas proximidades.

highthere_01

highthere_02

“Queríamos desenvolver um produto tecnológico que resolvesse o problema que milhões e milhões de consumidores de cannabis de conhecer pessoas, conectarem-se a essas pessoas e construírem relações”, disse Mitchem ao Mashable. “Muitas pessoas dizem que somos um Tinder para erva, mas essa é apenas uma faceta da coisa. É muito maior que isso.”

Ao Mashable, Todd frisou que a app não tem de servir apenas para encontrar parceiros; pode ser utilizada pelos stoners para saber quais os melhores sítios para comprar, partilhar dicas ou simplesmente estabelecer simples amizades. No fundo, o High There pode ser entendido como uma rede social para quem gosta de cannabis.

highthere_03

highthere_04

A app está disponível nos 23 estados norte-americanos onde a marijuana é legal para fins medicinais e/ou recreativos. A versão iOS está em desenvolvimento.

Milhares de pessoas seguem o Shifter diariamente, apenas 50 apoiam o projecto directamente. Ajuda-nos a mudar esta estatística.