O novo Moto E é um telemóvel de 150 euros que tem 4G e o último Android


A Motorola apresentou hoje a segunda geração do Moto E, o seu telemóvel de baixa gama. O novo Moto E tem um ecrã de 4.5 polegadas (com uma resolução de 540 x 960 pixels), ligação 4G LTE, uma câmara frontal para videochamadas, a versão mais recente do Android (Lollipop) e um preço bem acessível: 150 euros.

De acordo com a Motorola, o Moto E é para aqueles que procuram uma excelente experiência móvel a um preço acessível. “Com o Moto E levamo-lo mais além. Trazemos-lhe a sua vida digital, sem o peso dum preço elevado, porque o acesso à internet móvel é uma escolha e não um luxo”, refere a empresa em comunicado.

O novo Moto E dispõe de um processador quad-core Qualcomm SnapdragonTM a 1,2 GHz, que permite usar apps em simultâneo e alternar rapidamente entre elas. O telemóvel inclui duas câmaras: uma principal (traseira) de 5 megapixels e uma câmara secundária (frontal), perfeita para tirar selfies ou videochamadas com a família e amigos.

motoe2nd_02

motoe2nd_01

motoe2nd_03

O Moto E de segunda geração permite velocidades 4G LTE e vem com uma bateria de 2390mAh, capaz de durar um dia inteiro numa utilização normal. O Android é o mais recente: a versão 5.0 aka Lollipop (tem apenas algumas alterações feitas pela Motorola, de forma a oferecer “uma experiência de software premium Motorola”)

O novo Moto E foi hoje lançado em 40 países, incluíndo Portugal, e encontra-se disponível (em branco e preto), desbloqueado, nos principais retalhistas. Custa 150 euros.