Projecto ‘Google Glass’ volta à estaca zero


 
O Shifter precisa de dinheiro para sobreviver.
Se achas importante o que fazemos, contribui aqui.

Depois de terem sido retirados do mercado surge agora a informação, segundo o The New York Times, de que os Google Glass vão ser re-pensados e concebidos do zero.

Como já sabíamos, Tony Fadell vai ser o líder desta nova etapa nos óculos da Google. Na investigação do Times surge também a informação que Sergey Brin pressionou o lançamento dos Glass Explorer – mesmo tendo sido avisado de que o produto não estava pronto a ser tornado público – causando assim o seu insucesso.

Nesta nova etapa não existirá uma versão beta pública e portanto os óculos só serão revelados e postos à venda na versão final.

A Google continua a considerar os Smart Glasses uma área de interesse no panorama dos wearables. Quando foram anunciados pela primeira vez houve uma grande vontade de conhecer e usar esta nova categoria de produto. Neste momento a tecnológica de Mountain View terá de reinventar a própria categoria para reaver os clientes decepcionados e apresentar um produto realmente revolucionário.

Se não conseguirmos aumentar o número de patronos, a 2ª edição da revista será a última, e o Shifter como o conheces terminará no final de Dezembro. O teu apoio é fundamental!