Um software que digitaliza as tuas construções LEGO


 
O Shifter precisa de dinheiro para sobreviver.
Se achas importante o que fazemos, contribui aqui.

Os designers cresceram a construir e a fazer coisas com as mãos, mas vinte anos depois estão a trabalhar em frente a ecrãs. Por mais desenvolvidos que sejam os softwares, modular 3D não é tarefa fácil e desenvolver um modelo físico pode ajudar numa fase inicial.  Mas e se pudesses desenhar no mundo real e dar uns toques no computador? Um software que fechasse o fosso entre o mundo real e o mundo digital? Apresentamos-te o LEGO X.

O software LEGO X permite-se desenhar no mundo real utilizando tijolos de plástico que estão conectados a uma rede e depois transpor esse “esboço” para o mundo virtual, transformando-o num ficheiro 3D.

De acordo com a Wired, a tecnologia foi desenvolvida pelos mesmos responsáveis do Gravity Sketch, uma app para o Oculus Rift que ainda está em desenvolvimento e que permite desenhar em 3D através de realidade aumentada. O LEGO X bebe da mesma ciência do Gravity Sketch: tornar o acto de desenhar mais palpável e menos impessoal.

O site explica que na parte inferior de cada tijolo há um sensor e um giroscópio. Estas duas ferramentas permitem que os vários tijolos comuniquem entre si e, mais importante do que isso, com o software. O LEGO X recebe os dados vindos do tijolo e – por exemplo -quando emparelhas dois tijolos, a app interpreta esse movimento e mostra-te o resultado digitalmente. Já na forma de ficheiro 3D no teu computador, as possibilidades de edição com os habituais softwares são múltiplas.

No fundo, o LEGO X transporta o mundo real para o digital, captando a essência da mão humana na arte de criar algo.

Por definir, está ainda o modelo de negócio: será que vamos ter estes componentes electrónicos na parte inferior de legos em breve?

Se não conseguirmos aumentar o número de patronos, a 2ª edição da revista será a última, e o Shifter como o conheces terminará no final de Dezembro. O teu apoio é fundamental!