Um “Spotify” para música ao vivo? A Twitch diz que é possível


A Twitch está a construir uma plataforma de streaming para concertos ao vivo. Através do servidor de streaming Monstercat.fm, a Twitch, que até aqui se dedicava à partilha de live streams de videojogos, pretende dar um novo passo no mercado da transmissão de música ao vivo. Imagina poderes acompanhar um concerto do teu cantor favorito em tempo real, assistir à emissão de um ensaio da tua banda favorita em qualquer parte do mundo. A Twitch diz que é possível.

A Twitch.tv não é um website qualquer. Desde Junho de 2011 que a empresa tem deixado a sua marca no mundo da internet. Só o ano passado a comunidade online teve cerca de 1,5 milhões de broadcasters únicos por mês, que publicaram algo como 11 milhões de vídeos com a mesma regularidade. No que ao reach diz respeito, estima-se que em 2014 mais de 100 milhões de visitantes acederam ao website mensalmente para assistir a pessoas a jogarem videojogos ao vivo. Contudo, não obstante o enorme sucesso da Twitch, aquilo que agora querem fazer tem o potencial de ser verdadeiramente revolucionário no mercado de partilha de música.

A iniciativa não é pioneira. Empresas como a Livestream já antes tentaram emitir transmissões ao vivo de concertos através de plataformas de stream. No entanto, nenhuma conseguiu oferecer aquilo a que a Twitch se propõe fazer – aliar qualidade de resolução e fácil acesso numa plataforma lucrativa para as próprias bandas e produtoras. A Twitch expandiu-se para além dos live streams de videojogos pela primeira vez no final de Julho do ano passado, quando transmitiu um concerto de Steve Aoki em directo. Desde então a empresa tem continuado a crescer, tendo já anunciado que para além do serviço de música ao vivo para concertos e festivais, vai também apostar na criação de canais de rádio patrocinados por produtoras musicais.

A julgar pelo sucesso que tiveram na transmissão de streams de videojogos e tendo em conta o quão lucrativo é actualmente o mercado de concertos e festivais, há já quem diga que a Twitch pode estar prestes a fazer história na forma como a música é partilhada. Jeff Bezos, o conhecido magnata norte-americano, parece ser um deles – a Amazon comprou recentemente a Twitch por 1,1 mil milhões de dólares.

Milhares de pessoas seguem o Shifter diariamente, apenas 50 apoiam o projecto directamente. Ajuda-nos a mudar esta estatística.