Lucros da criadora do ‘Angry Birds’ afundaram 73% em 2014


O The Wall Street Journal divulgou que os lucros da empresa criadora do Angry Birds, a Rovio, diminuíram em 73% em 2014. A empresa finlandesa viu, no ano passado, a sua receita cair de 173,5 para 158,3 milhões de euros. Como consequência, os lucros desceram de 36 para 10 milhões de euros.

Contudo, a Rovio aumentou as receitas no que aos jogos diz respeito, agora com um leque de oferta mais alargado do que apenas o Angry Birds, de onde sobressai um jogo inspirado no Flappy Bird. O falhanço está no merchandising ligado à marca e jogo: foi uma queda significativa de 73,1 para 41,3 milhões de euros. Os Telepods, “pássaros” físicos criados para interagir com telemóveis e tablets, também não resultaram.

telepods

No ano passado a empresa já tinha despedido 140 trabalhadores. Uma das esperanças para dar uma volta de 180 graus nestes números é o filme de animação inspirado no Angry Birds, uma longa-metragem em 3D que deverá estrear em maio do próximo ano. A Rovio aliou-se à Sony neste empreendimento cinematográfico que poderá vir a custar cerca de 160 milhões.

O jogo original Angry Birds chegou às lojas de apps em 2009 com um preço de 0,99 euros. Desde aí, foi sendo ultrapassado por títulos de download gratuito, mas com in-app purchases. Um dos jogos mais descarregados actualmente é o Candy Crush, da empresa King Digital Entertainment, que encaixou 2,11 mil milhões de euros no ano passado.