Porque parecem iguais as cenas de ‘House of Cards’?


Se és daqueles fãs mais atentos talvez já tenhas reparado que House of Cards não é apenas uma série com um enredo fantástico. Cada cena, cada plano e cada enquadramento é pensado e planeado ao mais ínfimo pormenor. Por exemplo, os episódios têm um esquema de cores idêntico: um objecto azulado em primeiro plano e um fundo em tons de amarelo.

O editor de vídeo Chris Wade, do site Slate, reparou neste pormenor após ouvir a entrevista a Igor Martinovic, director de fotografia da série. “Escolhi três episódios das temporadas 1 e 2, percorri aleatoriamente cada um, e em todas as cenas em que aterrei confirmei a combinação de cores”, conta Wade neste artigo.

A verdade é que David Fincher, produtor da série, não deixa pequenos pormenores como estes acontecerem por acaso. No episódio 6 da temporada 3 percebemos as mudanças temporais no desenrolar da acção através da mudança de cor do cabelo de Claire Underwood. Não é indicada qualquer alteração temporal, mas conseguimos entendê-la através de um simples detalhe. Outra das marcas da realização de House Of Cards é o facto de a câmara não se mexer horizontalmente e verticalmente em simultâneo, conferindo uma noção de estabilidade aos planos. (Já que falamos das particularidades cinematográficas da série, não podemos deixar de falar dos diálogos entre Francis e o espectador. Sem qualquer aviso prévio, em determinados momentos, Frank Underwood decide fazer considerações, muitas vezes irreverentes e em privado, com o espectador.)

São estes pequenos detalhes que transformam grandes produções em excelentes produções, como as séries Breaking Bad e Better Call Saul ou o filme Drive, protagonizado por Ryan Gosling.