Elon Musk quase que vendeu a Tesla à Google em 2013


Em 2013, a Tesla Motors quase que foi vendida à Google. O negócio chegou a estar acordado entre Elon Musk e Larry Page, os líderes das duas empresas, e previa o pagamento de 6 mil milhões de dólares, mas acabou por ser cancelado.

Porque queria Musk vender a Tesla? Fracos resultados financeiros. A empresa passava por um período de dificuldades em meados de 2013, altura em que o seu eléctrico Tesla Model S era um modelo novo e em fase de maturação. A Tesla estava a perder vendas e chegou inclusive a parar a produção; e também adoptar outras medidas, como retirar membros de cada uma das divisões da companhia e transformá-los em comerciais.

Musk contactou a Google para encontrar em conjunto com ela uma solução para o futuro da Tesla. Pediu 6 mil milhões de dólares pela empresa e ainda 5 mil milhões adicionais numa injeção de capital para garantir o crescimento. O executivo exigiu também garantias de que permaneceria envolvido na companhia e que a mesma continuaria independente.

Todavia, o negócio foi cancelado com a melhoria das vendas da Tesla e apresentação de lucros, pouco depois de Musk e Page terem chegado a um acordo verbal e dado início às formalidades.

A revelação da intenção de venda da Tesla Motors à Google foi feita por Ashlee Vance, jornalista da Bloomberg e autora do livro Elon Musk: Tesla, SpaceX and the Quest for a Fantastic Future, a ser editado em Maio.