Há um “Uber” para erva – mas só nos Estados Unidos


E se existisse uma empresa que te levasse erva a casa? Bem, nos estados norte-americanos onde a marijuana medicinal é legal isso já é possível, graças a uma startup chamada Eaze, mas que é mais conhecida por “Uber For Weed”.

Lançada no verão passado, a Eaze desenvolveu uma plataforma online que permite aos pacientes de marijuana medicinal encomendar produtos relacionados com cannabis e tê-los entregues em sua casa, em 10-20 minutos.

A Eaze não tem uma app móvel. Pelo contrário, vive dentro de um website, acessível através do browser de um telemóvel. No menu, tens acesso a um conjunto limitado de produtos de cannabis, como a erva propriamente dita, ganzas pré-enroladas ou chocolate com sabor. Tens informações sobre o THC e o CBD de cada produto, bem como a respectiva variedade e o preço (que inclui o custo de entrega).

eaze_02

A Eaze promete tempos de entrega inferiores a 10-20 minutos. Tal como no Uber, existem promocodes e podes convidar amigos: ganhas X créditos por cada amigo angariado.

Antes que estejas já a pegar no teu telemóvel, há que dizer que a Eaze só está disponível nos estados norte-americanos onde a marijuana medicinal está legislada. Na verdade, podes criar uma conta na plataforma em qualquer parte do mundo, mas precisas de fazer a verificação com o teu Marijuana ID.

A Eaze recebeu este ano 10 milhões de dólares, numa série de investimento liderada pela DCM Ventures e com participação da Fresh VC, da 500 Startups, da Casa Verde Ventures do Snoop Dogg e de outros investidores estratégicos. Mas no ano passado a startup já tinha juntado 1,5 milhões.

A Eaze vem responder a um novo paradigma. A erva já é geralmente aceite na sociedade, seja para consumo recreativo, seja para fins medicinais. A startup vem promover não só o acesso legal à marijuana, como também o acesso a cannabis “de qualidade”, dado que empresa diz só trabalhar com distribuidores “de topo”.

A Eaze vem substituir o papel dos dealers, que tradicionalmente gerem a distribuição da marijuana na sua geografia, seja para consumo legal (medicinal ou recreativo), seja para consumo ilegal, nos estados ou países. O montante conseguido está a ser usado pela startup para expandir geograficamente o seu negócio.

A Eaze tem concorrentes? Sim

A Canary é uma app criada por dois estudantes da Universidade de Washington e lançada no início deste ano em versão beta na cidade de Seattle. A promessa da Canary é a mesma da Eaze: entrega de erva medicinal e derivados ao domicílio.

canary_01

canary_02