Homenagem ao poeta Herberto Helder em sessão especial no Monumental


Os Cinemas Medeia apresentam no dia 27 de Abril, segunda-feira, um programa dedicado ao poeta Herberto Helder e à sua relação com o cinema, incluindo a leitura de poemas e a projecção de dois filmes.

O programa especial tem como título “Memória, Montagem”, uma expressão do próprio poeta, incluída no livro Photomaton & Vox, e vai decorrer a partir das 21 horas no Cinema Medeia Monumental, em Lisboa. Começará com Uma espécie de Cinema das Palavras, uma intervenção por Rosa Maria Martelo, seguida pela leitura de poemas de Herberto Helder pelo actor e encenador Diogo Dória e pelo jornalista da Antena 2 Luís Caetano.

De seguida, será projectado o filme As Deambulações do Mensageiro Alado, uma curta de 10 minutos da autoria de Edgar Gonsalves Preto, produzida em 1969, na qual surge Herberto Helder, que mimetiza títulos de algumas das suas obras, num contexto em que é posta em causa a sociedade portuguesa da época, sob a ditadura.

A sessão termina com a projecção do filme Dois Vultos na Paisagem (Figures in a Landscape), Joseph Losey. Esta longa-metragem de 110 minutos centra-se em dois prisioneiros em fuga, sobre o qual escreveu o poeta. “Em Figures in a Landscape, de Losey, quase se não dá por nada. Mas é-se atingido em cheio. Percebe-se tudo: a nossa mesma agonia”, escreve Herberto Helder, em Photomaton & Vox.

O bilhete para o programa completo já está à venda e tem o custo de 3 euros.