Leafly: a biblioteca online da cannabis

Um site perfeito para todos, desde os novatos até aos mais veteranos, passando pelos utilizadores medicinais.

 
O Shifter precisa de dinheiro para sobreviver.
Se achas importante o que fazemos, contribui aqui.

Se és um amante ou curioso da Cannabis, é provável que já conheças o Leafly. Mas, para quem ainda não conhece, trata-se da maior base de dados de marijuana do mundo. Um site perfeito para todos, desde os novatos até aos mais veteranos, passando pelos utilizadores medicinais.

leafly_screen01

Usando a função explore, é possível descobrir mais acerca de qualquer strain de weed existente. Não só informações como a sua origem, florescimento ou composição a nível químico (através de uma análise realizada pelos Steep Hill Labs, os mais importantes laboratórios a nível mundial em termos de testes e análises da cannabis), mas também reviews detalhadas sobre seus efeitos.

Os critérios de escolha são extensos. É possível escolher uma strain tendo em conta o objectivo da sua utilização: se o meu propósito é dormir como uma pedra (no pun intended) posso escolher qualquer uma das Indicas (para os novatos, a cannabis divide-se em três grandes subgrupos, Indicas, Sativas e híbridos de ambas) propostas, como a Granddaddy Purple ou a Afghan Kush.

Fico a saber que, tomando a híbrida Cherry Bomb ou a Sativa Sublime, vou potenciar a minha criatividade. Ou se tenho objectivos mais medicinais, como o alívio de enxaquecas, posso seguir o conselho do Leafly e experimentar a famosa Northern Lights. Se tenho um particular apreço por cannabis com sabores cítricos, talvez esteja na hora de arranjar alguma Super Lemon Haze.

leafly_screen03

No “perfil” de cada strain encontramos gráficos que descriminam todos os efeitos da raça, incluindo os negativos (sim, boca seca é o principal efeito negativo em 90% das strains) e reviews dos utilizadores, que podem avaliar a strain de 1 a 5 ou postar fotos das suas plantas.

De notar também é a secção que nos apresenta os locais legais onde é possível adquirir as diversas strains. Em Portugal ainda não se justifica, mas a legalização da Cannabis já é uma realidade bem próxima em vários países (para além de já ser uma realidade efectiva em alguns) e é importante fornecer uma base de dados com as lojas habilitadas a vender esta planta legalmente.

Toda esta informação é servida de bandeja ao utilizador, recorrendo a um design simples e moderno, respeitando um código de cores bem definido. O objectivo principal da empresa sediada em Seattle é fornecer informação séria e fidedigna aos utilizadores de Cannabis e promover a utilização segura e responsável desta planta, seja para fins recreativos ou medicinais.

leafly_screen04

A secção de notícias do Leafly apresenta artigos variados sobre novas strains, desenvolvimentos nas leis relativas ao consumo de cannabis, estudos sobre os seus efeitos e dicas para novatos e para quem pretende desenvolver negócios, tudo sempre dentro da legalidade.

Todas estas features podem ser também encontradas nas apps do Leafly, disponíveis na App Store e no Google Play, para que possas ter acesso a esta vasta base de dados em qualquer lado.

No meio de muitos sites que parecem não querer assumir com seriedade a defesa da legalização da Cannabis, o Leafly apresenta-se como uma empresa bastante profissional e afastada dos clichés “stoners”, apostando na facultação de informação certificada e, acima de tudo, organizada. É definitivamente um dos sites onde deves passar algum tempo neste 4/20.

leafly_logo

Se não conseguirmos aumentar o número de patronos, a 2ª edição da revista será a última, e o Shifter como o conheces terminará no final de Dezembro. O teu apoio é fundamental!