Programadores podem converter as suas apps iOS/Android em apps Windows


Está a decorrer em São Francisco o BUILD 2015, a conferência para programadores da Microsoft. E um dos anúncios mais importantes está feito: os programadores podem converter as suas apps iOS, escritas em Objective-C, em apps capazes de correr em dispositivos com Windows 10.

Esta transformação de apps não é exclusiva do iOS/Windows. Também as apps Android escritas em Java e C++ poderão ser transportadas, de forma simples, para a plataforma Windows.

No fundo, a Microsoft diz que os programadores vão poder usar uma grande parte dos códigos das apps que já desenvolveram para criarem versões capazes de correr nos computadores, tablets, telemóveis e consolas com Windows 10.

O facto de os programadores poderem converter facilmente as suas apps iOS/Android em apps Windows pode resolver um dos principais problemas da loja de aplicações do Windows 8.x e do Windows Phone 8.x: a falta de conteúdo. Na verdade, as plataformas da Apple e da Google sempre foram mais apelativas para quem desenvolve aplicações, nomeadamente por serem utilizadas por mais utilizadores.

Mas com esta compatibilidade entre iOS/Android e Windows significa que, por um esforço muito pequeno, os programadores podem trazer as suas apps a um novo ecossistema, abrangendo muitos mais consumidores, até porque as apps do Windows 10 são universais, isto é, funcionam em telemóveis e tablets, mas também em computadores e na consola Xbox One.

Mas a estratégia da Microsoft para encher a loja digital do Windows, a Windows Store, vai mais longe. O Windows 10 também vai suportar apps que foram desenvolvidas em .NET e Win32, bem como permitir que web apps e apps tradicionais do Windows (como o Photoshop da Adobe) integrem a loja.

A Windows Store vai ser o local onde todos os utilizadores do Windows, em qualquer dispositivo, vão encontrar as apps de que precisam e as apps de que gostam. À semelhança de uma Google Play ou de uma App Store, a Windows Store permitirá instalar e desinstalar facilmente apps, descobrir novas apps e comprar apps.

No BUILD 2015, a Microsoft revelou que a empresa King usou as novas ferramentas para trazer o popular jogo Candy Crush Saga para um telemóvel Windows. Resta saber que consequências esta conversão de apps vai ter ao nível do design, dado que muitas apps têm um aspecto muito vincado ao iOS e/ou ao Android, não seguindo os “padrões” de um Windows.

build15_windowsmilmilhoes

A Microsoft quer mil milhões de dispositivos com Windows 10 dentro de 2-3 anos

A Microsoft espera que, daqui a 2-3 anos, mil milhões de dispositivos estejam a correr Windows 10. E quando fala em dispositivos refere-se não só a telemóveis e tablets, mas também a computadores, consolas, televisões… e, quem sabe, relógios.

Para ajudar a alcançar a meta, a Microsoft vai disponibilizar o Windows 10 gratuitamente para todos os utilizadores que tenham o Windows 7, 8 ou 8.1, bem como o Windows Phone 8 e 8.1. A empresa promete um upgrade rápido e simples.