Susana Nobre na Quinzena dos Realizadores de Cannes


A curta-metragem Provas, Exorcismos, produzida pela Terratreme, foi seleccionada entre 1 623 candidaturas para integrar o programa da Quinzena dos Realizadores de Cannes, que se realiza em simultâneo com o Festival de Cinema (de 14 a 24 de Maio).

A obra de Susana Nobre fará assim a sua estreia internacional, em França. Este é o segundo filme português incluído na Quinzena dos Realizadores, onde já consta a mais recente obra do realizador Miguel Gomes, As 1001 Noites, produzido por O Som e a Fúria.

Os responsáveis pela selecção dos filmes referiram que a curta-metragem Provas, Exorcismos, de 25 minutos, se destacou pelo “forte impacto sociopolítico da narrativa”. Num texto divulgado pela Agência da Curta-Metragem, que representa os direitos do filme, a realizadora diz que: “a história deste filme é uma forma de exorcismo”.

Nas palavras de Susana Nobre, “é a história de Óscar Germano, protagonista do filme e testemunha principal da sua própria narrativa. Óscar vê-se confrontado com o fecho da fábrica onde trabalhou durante 25 anos. Apesar do trabalho irrisório que executava, este conferia harmonia e equilíbrio ao seu dia-a-dia. Óscar junta-se aos seus colegas para fazer prova de resistência face ao iminente fecho da fábrica. Num desfecho previsível, a fábrica fecha. Sem dramatismo, Óscar obedece à repetição que se impõe, procurar um novo posto de trabalho. Feito nos rituais quotidianos da vida da casa, do trabalho, numa pequena localidade (Alhandra) marcada por uma paisagem caracterizada pelo rio, a serra, a fábrica, a linha do comboio, Óscar arranja um novo emprego na fábrica em que teve a sua primeira experiência profissional e onde, aos 16 anos, ficou com um dedo mutilado num acidente.”

Susana Nobre nasceu em Lisboa em 1974. É licenciada em Ciências da Comunicação pela Universidade Nova de Lisboa, colaborou na formação do Laboratório de Criação Cinematográfica da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, onde participou em diversas produções de vídeos de arte encomendados pela Fundação Calouste Gulbenkian. Mais tarde, em 2004, desenvolveu com a produtora Raiva um Ateliê Sénior de Cinema com apoio financeiro do ICAM (actual ICA). No Verão de 2005, no âmbito do Programa de Criatividade e Criação Artística da Fundação Calouste Gulbenkian, frequentou o curso de Realização de Cinema com a colaboração da The London Film School. Em 2010, leccionou a cadeira de Realização Cinematográfica na Escola Superior de Artes e Design de Caldas da Rainha.

Actualmente, integra a produtora Terratreme, assumindo a produção executiva de diversos projectos. Para além de Provas, Exorcismos, da sua filmografia fazem ainda parte as curtas-metragens As Nadadoras (2001), Estados da Matéria (2006), Lisboa – Província (2010); e as longas-metragens O Que Pode um Rosto (2003) e Vida Activa (2013).

A secção Quinzena dos Realizadores, paralela ao Festival de Cannes, existe desde 1969 e tem como objectivo a apresentação de filmes, não só de realizadores emergentes, como também de autores já reconhecidos. A 68ª edição do Festival de Cinema Cannes decorre de 14 a 24 de Maio de 2015.