Vais conseguir transformar o teu telemóvel Windows 10 num autêntico computador


 
O Shifter precisa de dinheiro para sobreviver.
Se achas importante o que fazemos, contribui aqui.

Os telemóveis com o sistema operativo Windows 10 podem ser transformados em verdadeiros PCs quando ligados a um grande monitor externo. A funcionalidade chama-se Continuum e foi mostrada no BUILD 2015, a sua conferência para programadores da Microsoft, que está a decorrer em São Francisco.

Esta “magia” é possível porque o Windows 10 é um sistema operativo versátil, que cabe tanto num potente computador ou numa consola Xbox One, como num pequeno telemóvel; e porque as apps do Windows 10 são apps universais, que funcionam em qualquer dispositivo também.

A Microsoft já tinha mostrado como o Continuum permite uma transição suave entre o modo tablet e o modo PC para os utilizadores, mas hoje apresentou pela primeira vez a funcionalidade aplicada aos telemóveis. O Continuum transparece a visão de universalidade da Microsoft, em que os programadores apenas precisam de desenvolver uma app que vai automaticamente adaptar-se a cada contexto e equipamento.

O Continuum permite ligar um telemóvel Windows 10 a um monitor externo através de um cabo HDMI e usar esse monitor como ecrã de trabalho. Abrindo as apps Excel ou Photos no telemóvel, elas vão aparecer na sua versão desktop, como se estivessem a correr num computador tradicional. Podemos inclusive usar rato e teclado para as controlar. Apesar de as apps aparecerem no monitor como se estivéssemos num PC, a verdade é que é um telemóvel que está a processá-las.

Na prática, podemos andar só com o nosso telemóvel e ligá-lo a um ecrã sempre que queremos fazer algo mais “profissional” ou exigente, como alterar slides numa apresentação PowerPoint.

De acordo com a Microsoft, o Continuum não é algo que vamos encontrar nos actuais dispositivos Windows Phone, mas sim em novos equipamentos, ainda não anunciados, que suportem dois ecrãs.

build15_continuumphone02

Com a plataforma de apps universais Windows que a Microsoft quer desenvolver, os programadores podem criar uma única aplicação que funcione em vários dispositivos Windows 10, adaptando-se ao ecrã e às capacidades do equipamento. Podem integrar os sistemas Cortana e Xbox Live nas suas apps e criar também hologramas.

Se não conseguirmos aumentar o número de patronos, a 2ª edição da revista será a última, e o Shifter como o conheces terminará no final de Dezembro. O teu apoio é fundamental!