Vem aí primeiro filme sobre Al Berto


Foi com enorme agrado que descobrimos que a Câmara Municipal de Sines e a produtora Ukbar Filmes assinaram, esta semana, um protocolo em que o município se compromete com o financiamento de 10 mil euros para o desenvolvimento de um filme sobre o poeta Al Berto. A realização da obra ficará a cargo do realizador Vicente Alves do Ó, que tem como destaque na sua carreira cinematográfica as obras Quinze Pontos na Alma e Florbela.

Alberto Raposo Pidwell Tavares, Al Berto, nasceu a 11 de Janeiro de 1948 em Coimbra, na freguesia de Santa Cruz. O seu pai, que estudava medicina na Universidade de Coimbra, decidiu desistir do curso e voltou com a esposa e Al Berto, com um ano apenas, para Sines, terra das grandes propriedades e residência da família Pidwell Tavares. É aqui, na então vila de Sines, que o poeta Al Berto passa grande parte da sua infância e adolescência. E é em Sines, depois da sua longa jornada pela europa, que nasce o autor em português e um dos mais importantes poetas do séc. XX. O filme sobre Al Berto fará esse mesmo retrato, entre 1975 e 1977, quando o poeta regressa a Portugal e escreve o seu primeiro livro completamente em português: “À procura do vento num jardim d’Agosto”.

O realizador Vicente Alves do Ó, que divide o seu trabalho entre o cinema, teatro e literatura, esteve presente na assinatura do protocolo e explicou que, depois da investigação e da primeira versão do guião, o projecto se encontra neste momento “na sua segunda fase de escrita”. Já o actual presidente da Câmara Municipal de Sines, Nuno Mascarenhas, referiu também, na assinatura do protocolo, que a autarquia “tinha de se associar a esta iniciativa”, pela importância da figura de Al Berto.

Ficamos assim entusiasmados e com a esperança de que a literatura e o cinema se cruzem e inventem novas possibilidades, neste retrato da obra de Al Berto.