A superbateria de Elon Musk para casas e empresas


A Tesla Motors não quer ser apenas uma fabricante de automóveis, mas sim uma empresa de inovação energética. Depois dos carros eléctricos, apresentou-nos uma bateria que permite armazenar energia solar que pode ser usada para movimentar uma casa ou uma empresa, mesmo quando o sol não está a brilhar. Chama-se Tesla Powerwall.

De acordo com a Tesla, o mundo consome 20 biliões de kWh de energia por ano. O suficiente para uma família ter energia durante 1,8 mil milhões de anos ou para manter viva uma central nuclear durante 2,3 mil anos. Mas a maioria dessa energia provém de combustíveis fósseis.

De todos os combustíveis fósseis consumidos nos Estados Unidos, um terço é usado para transportes e outro terço é destinado à produção de electricidade. O sector energético norte-americano produz cerca de 2 000 milhões de toneladas de CO2, o que corresponde a queimar 850 mil milhões de litros de gás. A Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos diz que serão necessários 650 milhões de hectares de floresta norte-americana para anular os danos ambientais.

Assim que formos capazes de depender só de energias renováveis para os nossos consumos energéticos, refere a SpaceX, metade das nossas fontes de energia poluentes deixam de ser necessárias. É esta a ambição da Tesla: um mundo de energia limpa, de carros eléctricos e de baterias solares.

teslapowerwall_02

A Tesla Powerwall é uma superbateria recarregável de lítio-íon, que pode ser colocada em casas, empresas ou zonas industriais para armazenar energia colhida através de painéis solares, por exemplo, e assim suportar as necessidades energéticas diárias.

No caso de uma habitação particular, o plano é carregar a bateria durante o dia para usar essa energia solar no período noturno. Mas a Powerball também pode ser usada para acumular energia da rede eléctrica durante a noite, quando a mesma é mais barata, permitindo poupanças na factura da luz ao consumidor e tirando “carga” às “EDPs da vida” durante o dia.

teslapowerball_03

A Powerball é está ligada à net e pode ser acedida remotamente pela própria Tesla. Cada casa pode ter até 9 baterias, que podem ser presas à parede como se de uma televisão se tratasse. Onde? Numa garagem ou, então, na parte exterior da casa.

Cada bateria tem ciclos semanais de 10 quilowatts-hora (kWh) e ciclos diários de 7 kWh, ambos garantidos por 10 anos. A Powerball será posta à venda no próximo ano por 3 500 dólares, só nos Estados Unidos. Só depois a comercialização será expandida para a Europa.

teslapowerball_04

De modo a viabilizar o projecto e a expandir a base de clientes, a Tesla tem soluções de 100 kWh para o mercado empresarial. Juntando um número de bateriais que podia ser infinito, consegue-se multiplicar a capacidade energética do seu conjunto e, assim, sustentar as necessidades de uma pequena cidade de 100 mil pessoas.

A Tesla já se juntou a algumas das maiores empresas norte-americanas para distribuir a sua nova tecnologia. A Amazon é uma dessas empresas, que vai usar gigantescos blocos de baterias de 100 kWk.

Em suma, a Tesla Powerball pode ajudar a mudar o mundo, tornando-o menos dependente das energias fósseis, mais limpo e mais sustentável.