Meerkat lança API para programadores


O Meerkat quer ouvir as ideias dos programadores e, por isso, lançou uma API que vai permiti-lhes criar apps que funcionem com a plataforma de streaming.

A API agora tornada pública não é nova. Nove semanas depois de o Meerkat ter sido lançado, 37 programadores já desenvolveram experiências para a plataforma, através de um API privado. Foi criado, por exemplo, o Meerkat Streams para descoberta de streams, o Meerkat Stats que oferece ferramentas de estatísticas ou o #Katch para automaticamente uploadar vídeos para o YouTube.

“Estes são exemplos de excelentes produtos de que a comunidade do Meerkat gosta e nós faremos tudo para ajudar esses projectos”, refere a empresa no seu blogue. “Existe ainda muito que pode ser feito na área do livestreaming de vídeo.

Tornando-se uma plataforma, o Meerkat permite que novos programadores possam juntar-se aos actuais 37 programadores no desenvolvimento de novas ideias e abordagens ao livestream. Esta abertura pode ajudar o Meerkat não só a diferenciar-se do concorrente Periscope, que é propriedade do Twitter, como também a (re)conquistar terreno neste novo mercado.

Um estudo da empresa Zignal Labs, indica que a app do Twitter teve 49% mais menções durante o Coachella que o Meerkat. Já a App Annie, uma empresa que se dedica a a analisar a popularidade das apps, refere que o Periscope está no top 1o das apps sociais nos Estados Unidos, enquanto que o Meerkat ocupa a posição 70. Não é  Por outro lado, números oficiais de cada uma das empresas dizem que o Meerkat tem de momento, nove semanas depois do seu lançamento, 2 milhões de utilizadores e que o Periscope ganhou 1 milhão de utilizadores em apenas 10 dias.

Com a API do Meerkat, os programadores têm acesso aos streams que estão a decorrer e aos agendados, a comentários, aos perfis dos espectadores, etc. A API não permite, todavia, criar um stream através de outro meio que não a própria app do Meerkat.

“O livestreaming está a ser pensado para o mobile e isto é apenas o início”, diz a empresa. Encontras mais detalhes sobre a API do Meerkat aqui.