O mupi que despertou bocejos e desejos de café


Bocejar é contagioso. Tão contagioso que, se um mupi numa movimentada estação de metro começar a bocejar, todos em redor também o vão fazer, involuntariamente.

Esta é a ideia da mais recente campanha idealizada pela agência de publicidade Lew’Lara/TBWA para a marca brasileira Café Pelé. Na estação de metro Fradique Coutinho, em São Paulo, foi instalado um mupi digital com um sensor de movimento  na hora de ponta de uma manhã.

Sempre que um passageiro se aproximava da instalação, a cara à sua frente começava a bocejar e, naturalmente, também ele bocejava. O efeito de contágio levava a que os outros passageiros bocejassem. Nesse momento, aparecia no ecrã: “Bocejou também? É hora do café. Café Pelé”. Quem bocejava recebia uma amostra de café de promotoras da marca, que se encontravam no local.

Este mupi contagioso não é o primeiro exemplo de interactividade em estações de metro. No ano passado, mostrámos-te um outdoor que reagia à passagem do metro. Com os TOMI espalhados por toda a cidade de Lisboa, continuamos à espera que as marcas portuguesas nos surpreendam, explorando este que é mais um meio com um potencial enorme no que à criatividade diz respeito.