Os Strokes estão (praticamente) de volta

Foi em Atlanta, a propósito do Shaky Knees Festival, que os The Strokes fizeram a sua primeira actuação ao vivo em 2015.

Foi em Atlanta, a propósito do Shaky Knees Festival, que os The Strokes fizeram a sua primeira actuação ao vivo em 2015.

Depois de terem lançado Angles em 2011 — disco que vieram apresentar ao Super Bock Super Rock do mesmo ano — a banda de Nova Iorque lançou Comedown Machine, o quinto longa-duração da sua carreira. No entanto, não houve qualquer tour à volta desse disco e desde então que as aparições ao vivo da banda têm sido muito reduzidas.

Depois de terem sido confirmados para o Primavera Sound 2015 de Barcelona  — através de um enorme póster colocado numa rua do centro da cidade — em Novembro do ano passado, seguiram-se outras confirmações para festivais de Verão, tanto na Europa como nos Estados Unidos. A primeira dessas datas, no Shaky Knees Festival, realizou-se sexta-feira, dia 8 de Maio.

Com uma setlist que conseguiu passar por todos os álbuns do já longo catálogo da banda, “All The Time”, o primeiro single de Comedown Machine, foi tocado ao vivo pela primeira vez e “You Talk Way Too Much”, faixa pertencente a Room On Fire, de 2003, ouviu-se em concerto pela primeira vez em mais de dez anos. “Last Night”, a penúltima antes do encore, contou ainda com a ajuda de Mac Demarco. O músico estava a assistir ao concerto no backstage e, encorajado por Julian Casablancas, acabou por subir ao palco para ajudar Albert Hammond Jr. e Nick Valensi na guitarra. Um fã filmou o momento e postou-o no Instagram mas, infelizmente, não conseguimos ver Mac Demarco no vídeo, sendo que apenas pela legenda é que ficamos a perceber que o autor de Salad Days estava também em palco.

Resta saber se esta nova vaga de concertos veio mesmo para ficar e se os cinco rapazes, responsáveis por um dos maiores fenómenos indie do século XXI resolveram finalmente os problemas internos que acompanham a banda desde First Impressions Of Earth, de 2006, e que causaram o hiatus de cinco anos entre o seu terceiro trabalho de estúdio e Angles, de 2011. Por nós, pode vir um disco novo e, já agora, um concerto em Portugal. As 17 músicas tocadas no Meco souberam a pouco.

Setlist:

  1. “Reptilia”
  2. “Welcome to Japan”
  3. “Barely Legal”
  4. “Automatic Stop”
  5. “You Only Live Once”
  6. “All the Time”
  7. “Machu Picchu”
  8. “You Talk Way Too Much”
  9. “One Way Trigger”
  10. “Heart in a Cage”
  11. “Someday”
  12. “Under Cover of Darkness”
  13. “Taken for a Fool”
  14. “Under Control”
  15. “Last Nite (com Mac DeMarco)”
  16. “Take It or Leave It”
  17. “Vision of Division”
  18. “Is This It”
  19. “Hard to Explain”
  20. “New York City Cops”